Saúde | AM

Wilson Lima reforça estratégias de assistência ao interior durante a pandemia em visita à CEMA

Wilson Lima
Wilson Lima
Zukka Brasil
Escrito por Zukka Brasil

O governador Wilson Lima acompanhou, nesta quarta-feira (20/05), na Central de Medicamentos do Amazonas (Cema), a preparação de equipamentos, remédios e insumos que estão sendo enviados ao interior do estado, como parte dos esforços contínuos do Governo do Amazonas para combater o novo coronavírus. De acordo com a Secretaria de Saúde (Susam), uma nova remessa de materiais está prevista para chegar amanhã (21/05), em Tefé, município polo da calha Jutaí-Solimões-Juruá.

Durante a visita, Wilson Lima destacou que a distribuição de insumos é feita de acordo com os dados epidemiológicos e a capacidade de atendimento dos municípios.

“Neste momento, nós temos um aumento de casos de coronavírus no interior do estado, então, nós estamos reforçando essa estrutura nos municípios em que há essa maior incidência e eu vim acompanhar aqui essas entregas. Nos próximos dias, esses materiais, como soro, equipamentos, digitalizadores, monitores e respiradores, serão encaminhados para o interior”, pontuou o governador.

Para otimizar a assistência e os fluxos de atendimento no interior, o Estado também está reforçando o apoio a oito municípios polo (Tabatinga, Tefé, Manacapuru, Itacoatiara, Parintins, Eirunepé, Humaitá e Lábrea), onde há oferta de Unidades de Cuidados Intermediários (UCIs) para pacientes de média gravidade.

Em caso de necessidade, os pacientes são transferidos para a capital via UTI aérea, serviço que conta com três aeronaves exclusivas para casos de Covid-19.

“Nós também continuamos nosso trabalho de ampliação aqui na capital, porque a alta complexidade está concentrada aqui, por isso nós estamos trazendo esses pacientes agravados do interior aqui para Manaus. São em média sete remoções por dia”, explicou Wilson Lima.

Pontos de referência – Segundo o secretário executivo adjunto de Atenção Especializada do Interior (SEA Interior) da Susam, Cássio Espírito Santo, a estratégia voltada aos polos regionais do Amazonas é importante porque esses municípios são referência para o atendimento à população do seu entorno.

“Para esses municípios a gente está enviando um suporte maior de equipamentos, três respiradores para cada um. Vamos mandar também dois para Boca do Acre que, apesar de não ser polo, faz divisa com Rio Branco, que é um município do Acre com acesso muito fácil e os casos no Acre estão em um número bem ascendente”, afirmou o secretário.

Para o governador, o Amazonas tem recebido apoios importantes na luta contra o novo coronavírus, como do Governo Federal, no envio de equipamentos e insumos, e das Forças Armadas, que oferece suporte nas operações de logística.

“Quero ressaltar o trabalho realizado pelos prefeitos e o destaque para a atenção básica, que tem sido fundamental nesse processo de pandemia. Quero agradecer também aos Dseis (Distritos Sanitários Especiais Indígenas) na estratégia de atendimento às populações indígenas. Então, é dessa forma, com a união e com o diálogo, que a gente vai conseguir superar o mais rápido possível esse momento”, avaliou Wilson Lima.

Apoio estadual – O Governo do Amazonas já implantou 636 leitos de Sala Rosa exclusivos para Covid-19 no interior, além de ter ampliado em 67% o número de UCIs, que subiu de 49 para 82, desde o início da pandemia.

A Susam enviou aos municípios do interior, até o momento, cerca de 2,6 milhões de unidades de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), mais de 74 mil testes rápidos e centenas de cilindros de oxigênio, garantindo o abastecimento dos hospitais regionais.

Os 61 municípios do interior também receberam do Governo do Estado, ainda no final de março, o montante de R$ 23,4 milhões oriundos do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI) para investimentos nas redes de assistência básica.

Fotos: Diego Peres/Secom