Destaque Economia | AM

Wilson Lima participa de reunião que aprovou R$ 7,9 bilhões em investimentos e 1,4 mil novos empregos na ZFM

Wilson Lima Empregos Amazonas ZFM PIM Suframa
Foto: Diego Peres/Secom
Escrito por Zukka Brasil | AM

O governador do Amazonas, Wilson Lima, participou, nesta quinta-feira (21/10), da 300.ª reunião ordinária do Conselho de Administração da Suframa (CAS), realizada em Porto Velho (RO), e destacou que o Governo do Amazonas trabalha para garantir competitividade às empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM), com segurança jurídica, e para atrair novos investimentos.

Durante a reunião, foram aprovados 31 projetos industriais e de serviços, com previsão de investimentos de R$ 7,95 bilhões e geração de 1.409 novos empregos na área de atuação da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) ao longo dos próximos três anos. O CAS está retomando o calendário de reuniões itinerantes nos estados da Amazônia Ocidental, que fazem parte da área de atuação da autarquia.

“A gente vislumbra um horizonte muito positivo. Isso é resultado da sinalização positiva que o Governo Federal tem dado através das ações do Ministério da Economia. O secretário Carlos da Costa (de Produtividade e Competitividade do ministério) tem sido um parceiro muito importante nesse processo, assim como também o superintendente da Zona Franca de Manaus”, disse o governador ao também ressaltar o trabalho do Governo do Amazonas para ampliar a competitividade dos investimentos no estado.

“O Governo do Estado também tem trabalhado para criar esse ambiente de negócio e garantir a segurança jurídica, tanto que muitas empresas estão ampliando seus investimentos e vindo também se instalar no Polo Industrial de Manaus”, completou. Segundo Wilson Lima, o Estado trabalha para atualizar a lei de incentivos fiscais do Amazonas, que será prorrogada. Ele também tem cumprido agenda com representantes de grandes empresas e companhias na articulação de mais investimentos e criação de novos postos de trabalho.

A reunião do CAS foi presidida pelo secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, e contou com a participação do superintendente da Suframa, Algacir Polsin, além do governador de Rondônia, Marcos Rocha, e do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, entre outras autoridades.

“É a reunião com disparado maior volume de investimentos da história da Zona Franca de Manaus e não apenas o maior volume de investimento, é três vezes superior ao maior volume que já se conheceu, que foi nesse Governo. Isso é resultado de um trabalho árduo do Governo Federal, da Suframa, dos governos estaduais da região”, frisou Carlos da Costa.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o estado se sente honrado em receber a reunião do CAS.

“Já participei de outras reuniões ali em Manaus e sempre assim com grande desenvolvimento para a nossa região. E a gente fica feliz também porque a gente vê a preocupação do Governo Federal de fazer com que não só Manaus, mas também os demais estados que compõem essa Zona Franca de Manaus venham a crescer”, disse Marcos Rocha.

O superintendente da Suframa destacou que o encontro da CAS é uma oportunidade do estado perceber o potencial de investimentos que podem ser atraídos para a região.

Projetos — Dos 31 projetos industriais e de serviços constantes na pauta da 300ª Reunião Ordinária do CAS, doze referem-se a projetos de implantação e 19 a projetos de diversificação, ampliação ou atualização.

Foi aprovado o projeto da Samsung Eletrônica da Amazônia Ltda. para ampliação e atualização das linhas de produção de telefone celular digital, com expectativa de geração de 376 novos postos de trabalho e investimentos da ordem de R$ 7 bilhões.

A Voltz Motors da Amazônia Ltda. vai diversificar a produção de motocicletas elétricas, com expectativa de geração de 218 novos postos de trabalho e investimentos de R$ 54 milhões.

A Britânia Componentes Eletrônicos Ltda., visando à diversificação da linha de produção de dispositivos de cristal líquido para televisores e monitores de vídeo, tem a expectativa de gerar 100 novos postos de trabalho e com investimentos da ordem de R$ 245 milhões no projeto aprovado nesta quinta-feira durante a reunião do CAS.

Desde outubro de 2018 não havia reunião presencial do CAS fora de Manaus. O último encontro itinerante, a reunião ordinária de número 285, havia ocorrido também em Porto Velho.

Antes da reunião do CAS, Wilson Lima foi recebido por Marcos Rocha na sede do governo de Rondônia, Palácio Rio Madeira. Na reunião, os governadores trataram de projetos na área do desenvolvimento sustentável.