Destaque Educação | AM

Wilson Lima anuncia que profissionais da educação já podem ser vacinados

Vacinação Amazonas | Foto: Diego Peres
Vacinação Amazonas | Foto: Diego Peres
Escrito por Zukka Brasil | AM

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou hoje (14/05), durante live nas redes sociais oficiais do Estado, o início da vacinação contra a Covid-19 dos profissionais da educação nos municípios da Região Metropolitana de Manaus a partir da segunda-feira (17/05).

A medida está em consonância com a decisão da juíza da 1ª Vara da Federal do Amazonas, Jaiza Fraxe, que determinou que a União encaminhe 40 mil doses extras de vacinas contra a Covid-19 para imunizar professores.

Com a determinação do governador, não haverá nenhum prejuízo para a imunização dos grupos prioritários definidos pelo Plano Nacional de Imunização (PNI). Serão utilizadas doses remanescentes que fazem parte do 21º lote enviado ao Amazonas. Essas unidades serão repostas quando a União cumprir a determinação da Justiça Federal.

Segundo o PNI, essas doses remanescentes são enviadas para suprir possíveis perdas operacionais, ocasionadas principalmente por falha no transporte e na excursão de temperatura. E, quando não são utilizadas, podem ser administradas.

Em diversas reuniões em fóruns de governadores, inclusive com a presença do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, Wilson Lima defendeu a vacinação dos profissionais da educação. O governador afirmou que a vacinação amplia a segurança dos trabalhadores para o retorno às aulas presenciais.

“Um estudo que foi feito recentemente pela nossa Fundação de Vigilância em Saúde indicou o quanto esses espaços (as escolas) são seguros. Nós não tivemos nenhum caso de transmissão de Covid-19 no ambiente escolar (da rede privada) por alunos e o índice de transmissão entre professores e profissionais da educação foi muito baixo”, disse o governador.

A imunização de trabalhadores da educação contra a Covid-19 começa pelo interior por conta do retorno das aulas de forma híbrida – virtual e on-line – nos municípios. Na mesma transmissão, Wilson Lima anunciou que aulas nas redes públicas nos 61 municípios do interior reiniciam a partir da quarta-feira (19/05), conforme o novo decreto, que começa a valer na segunda-feira (17/05).

O secretário de Estado de Educação e Desporto, Luis Fabian Barbosa, destacou que as unidades de ensino foram preparadas, inclusive com a adaptação da estrutura física, para o retorno seguro das aulas.

“O retorno das aulas é anunciado no momento em que 26 municípios estão sem nenhum caso de internação (por Covid-19) e a certeza de que o ambiente é seguro e controlado. Nós promovemos a adequação da estrutura física das escolas do interior do estado com a revisão das instalações hidrossanitárias, instalação de pias nas entradas das escolas, nas áreas de refeitório, disponibilizados totens de álcool em gel, dispensadores de álcool em gel, todo material de higiene. O fato das crianças estarem em casa prejudica não só a sua segurança alimentar e as expõe a maior vulnerabilidade social e, mais do que isso, defasa a aprendizagem”, disse o secretário.