Amazonas Destaque

White Martins nega interrupção de fornecimento de gás por débitos financeiros

Governador Wilson Lima | Foto: reprodução
Governador Wilson Lima | Foto: reprodução
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Ainda que a sinestesia de Wilson Lima e David Almeida estejam 100% focadas para os cuidados delicadíssimos com os amazonenses, seja na abertura de mais de 600 leitos nos últimos dois meses por parte do Governo do Estado do Amazonas, seja pela corrida para abrir novas UBSs como a que será aberta pela Prefeitura Municipal de Manaus, que estará localizada em paralelo ao Hospital Nilton Lins, notícias de cunho tempestuoso, diria criminoso, seguem confundindo a cabeça de um povo já amedrontado com a “tsunami” chamada Covid-19 tem feito em todo o Estado do Amazonas.

Com o crescimento em mais de 382% no uso de oxigênio devido a enorme abertura de leitos e necessidade pela insaturação por parte dos adoentados pelo novo coronavírus, tem circulado circulando nas redes sociais, de que a empresa White Martins não esteja fornecendo o gás em função de débitos financeiros.

A VERDADE

A empresa White Martins, fornecedora de oxigênio para o Estado do Amazonas, emitiu nota desmentindo tais informações:

“O foco da empresa está 100% voltado para o aumento da disponibilidade do produto, inclusive trazendo produto de outros estados, mesmo com os desafios logísticos da região”.

Leia aqui posicionamento da White Martins

APOIO DAS FORÇAS ARMADAS

O governador Wilson Lima deixou claro na última quinta-feira (7),  que a empresa fornecedora de cilindros de oxigênio ao estado do Amazonas, não possuía mais o produto na quantidade necessária, dessa forma uma Força-tarefa por parte do Exercito Brasileiro, tem conseguido suprir esse deslocamento de outros estados para as unidas hospitalares em tempo recorde, vindas principalmente do sudeste do Brasil.