Política

Wajngarten confirma que governo Bolsonaro levou dois meses para responder carta enviada pela Pfizer sobre compra de vacinas

Ex-secretário de Comunicação da Presidência Fábio Wajngarten | Foto: reprodução
Ex-secretário de Comunicação da Presidência Fábio Wajngarten | Foto: reprodução
Escrito por Zukka Brasil

Mesmo já tendo em vista a tsunami que a falta de vacinas em território brasileiro ocorreria e diante de uma insistência por parte da alta cúpula da Pfizer, em depoimento à CPI da Covid, o ex-secretário de Comunicação da Presidência Fábio Wajngarten afirmou que uma carta enviada ao governo brasileiro pela Pfizer sobre vacinas contra a covid-19 em 12 de setembro do ano passado não foi respondida até 9 de novembro – um intervalo de aproximadamente dois meses.

Acompanhe a sessão ao vivo: