Destaque Saúde | AM

Vacinação contra a Covid-19 será retomada na quarta-feira, 3/11

Manaus Vacinação Covid-19 SEMSA
Foto: Camila Batista
Escrito por Zukka Brasil | AM

Os pontos de vacinação da Prefeitura de Manaus contra a Covid-19 não funcionam nessa segunda e terça-feira, dias 1º (ponto facultativo no município) e 2 de novembro (feriado pelo Dia de Finados).

O atendimento aos usuários será retomado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) na próxima quarta-feira, 3/11, quando 37 locais estarão oferecendo a 1ª dose da vacina para os que por algum motivo ainda não se vacinaram; a 2ª dose para os que se encontram ou já ultrapassaram o intervalo para completar o esquema vacinal e a dose de reforço para imunossuprimidos, idosos e trabalhadores da saúde que atendem os critérios exigidos pelo Ministério da Saúde.

Além dos cinco pontos de grande fluxo — Sambódromo, Studio 5 Centro de Convenções, Centro de Convivência Pedro Padre Vignola, Shopping Phelippe Daou e Sesi -, 32 unidades de saúde da rede municipal, situadas em todas as zonas geográficas, estarão oferecendo a vacina das 9h às 16h. Todas farão atendimento exclusivo a pedestres, à exceção do Sambódromo, que atende também em sistema drive-thru, vacinando os usuários nos próprios carros. A lista dos pontos de vacinação que operam a partir de quarta-feira pode ser acessada em http:/bit.ly/localvacinacovid19.

Para se vacinar, é necessário apresentar documento de identidade original com foto e CPF. Para os adolescentes de 12 a 17 anos, a certidão de nascimento pode substituir a carteira de identidade, e o Cartão Nacional do SUS pode ser apresentado no lugar do CPF. Para este público, é exigida a presença de um responsável maior de 18 anos para autorizar a vacinação.

Quem for receber a segunda dose deve levar, além dos documentos pessoais, a carteira de vacinação. Também é importante consultar o site Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br/) e confirmar se já se encontra no prazo para se vacinar. Nesse caso, o sistema vai exibir a informação de que o usuário deve comparecer imediatamente ao ponto de vacinação. O intervalo recomendado no momento pelo Ministério da Saúde é de 28 dias (4 semanas) para a CoronaVac e de 56 dias (8 semanas) para a Ptizer e para a AstraZeneca.

A 3ª dose, também chamada dose de reforço, está sendo aplicada nos imunossuprimidos que completaram o esquema vacinal há 28 diss ou mais. A dose também está disponível para os idosos acima de 60 anos e para os trabalhadores da saúde que receberam a segunda dose de qualquer tipo de imunizante contra a Covid-19 há seis meses ou mais. A lista das condições de saúde consideradas como imunossupressão podem ser consultadas no site (https://semsa.manaus.am.gov.br/) e nos canais oficiais da Semsa.

Avanço

Até o último sábado, 29/10, de acordo com o Vacinômetro municipal (https://vacinometro.manaus.am.gov.br/view/ ), que registra os dados de vacinação contra a Covid na capital, haviam sido aplicadas mais de 2,8 milhões de doses em Manaus, desde o início da campanha, em janeiro deste ano. Considerando a população vacinável (acima de 12 anos), que é de 1.785.793 pessoas, 89% receberam até o momento, pelo menos uma dose de imunizante e 66% já estão com o esquema vacinal completo.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, apesar de bastante avançada, a campanha não tem data para terminar, especialmente por conta da incorporação das doses de reforço.

“A vacinação vem sendo um desafio contínuo e que a população ainda deve associar às demais medidas de proteção, como lavagem de mãos, uso de máscara e distanciamento social, até que a gente consiga superar o risco de novas ondas da doença”.

A secretária chama a atenção para a quantidade de pessoas em atraso com a segunda dose e convoca todos os que já se encontram no prazo a comparecer a um dos pontos de vacinação a partir de quarta-feira.

“Temos quase 300 mil pessoas que poderiam, mas ainda não foram completar seu esquema vacinal. Eu faço um apelo para que façam isso o mais rápido possível, lembrando que apenas as duas doses conferem a proteção esperada”.