Destaque Saúde | AM

Vacina Amazonas: Wilson Lima anuncia mutirão de vacinação contra Covid-19 visando dose de reforço

Manaus Vacinação Covid-19 SEMSA
Foto: João Viana / Semcom
Escrito por Zukka Brasil | AM

O governador Wilson Lima anunciou hoje (15/09) um novo mutirão do Vacina Amazonas em Manaus, que será realizado na sexta-feira e sábado (17 e 18/09). Dessa vez, será para intensificar a aplicação da dose de reforço e segunda dose de vacina contra Covid-19.

Em parceria com a Prefeitura da capital, o Governo do Estado vai atuar em nove pontos estratégicos, onde serão disponibilizados 100 postos para imunização, incluindo escolas estaduais.

Quem ainda não se vacinou também poderá receber a primeira dose durante a ação?

Os 100 postos de vacinação estarão distribuídos entre o Centro de Convenções de Manaus – Sambódromo; Centro de Convenções Vasco Vasques; Policlínica João dos Santos Braga; Parque Municipal do Idoso; e as Escolas Estaduais Senador Evandro Carrera, Zilda Arns Neumann, Aristóteles Comte de Alencar e Waldocke Fricke, além da Escola Estadual de Tempo Integral Maria Rodrigues Tapajós.

O atendimento nos 100 postos será das 9h às 19h da sexta-feira e das 9h às 18h do sábado. Ao todo, 3 mil servidores estaduais vão atuar no mutirão Vacina Amazonas. A Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa/Manaus) também vai ofertar seis pontos estratégicos e postos de vacinação que incluem 31 unidades básicas de saúde.

“Nós estamos fazendo esse mutirão para atender segunda e terceira doses, mas quem não tomou a primeira dose também pode procurar esses postos de vacinação para poder se imunizar”, ressaltou o governador Wilson Lima, ao destacar que o avanço da vacinação tem reduzido os indicadores da Covid-19 no estado.

“Nós temos hoje 58 municípios sem nenhuma pessoa internada com a Covid-19 e eu não tenho a menor dúvida que isso é resultado da vacinação, então é importante que as pessoas se imunizem. Nós vamos estar em cinco escolas com servidores do estado e também como toda essa estrutura montada em todas as zonas da cidade para receber as pessoas que estão nesses grupos para que recebam essa imunização”, disse Wilson Lima.

O secretário estadual de Saúde, Anoar Samad, também ressaltou a descentralização da vacinação para facilitar ainda mais o acesso da população aos imunizantes.

“Vamos possibilitar que todos possam buscar tomar a vacina contra Covid-19 ainda mais perto de casa”, disse.

O diretor-presidente da FVS-RCP, Cristiano Fernandes, destacou que o Sambódromo é o ponto estratégico que vai receber, exclusivamente, a modalidade drive-thru.

“A estratégia é manter um espaço concentrando o atendimento para quem tiver acesso a veículos. Mas os demais espaços vão atender pedestres normalmente”, disse.

A diretora técnica da FVS-RCP, Tatyana Amorim, afirma que a intensificação da vacinação é uma forma de acelerar o processo de imunização.

“Então essa é oportunidade para quem ainda não tomou a segunda dose ou quem vai buscar a dose de reforço da vacina contra o novo coronavírus. Sem contar que quem ainda não tomou a primeira dose também poderá se vacinar”, disse.

Quem pode tomar a dose de reforço – A aplicação da terceira dose de vacina contra a Covid-19 é destinada ao público que tomou a segunda dose ou dose única há, pelo menos, seis meses. Inicialmente, será vacinada a população que tenha 70 anos ou mais, incluindo idosos abrigados em instituições de longa permanência. O imunizante será da Pfizer.

De acordo com Cristiano Fernandes, o público inicial da dose de reforço está na faixa etária mais acometida das formas graves da Covid-19.

“A escolha desse público é orientação nacional do Ministério da Saúde; e considera a ampliação da resposta do sistema imunológico com doses adicionais de vacinas”, explicou.

Para a aplicação da dose de reforço será usada a mesma carteira de vacinação em que foram registradas a primeira e segunda doses.