Economia

URGENTE !! Bolsonaro e Guedes e o GOLPE FATAL aos concentrados da ZFM

Bolsonaro e Guedes
Redação
Escrito por Redação

O que todos os amazonenses temiam aconteceu !!

Na manhã dessa sexta-feira, às vésperas do feriadão de Carnaval, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), conforme prometera, aplica um golpe fatal contra o polo de concentrados da Zona Franca de Manaus (ZFM).

Publicado no Decreto 10.254, de 20 de fevereiro de 2020 do Diário Oficial da União, a notícia vem exatamente após a 290º reunião do CAS, realizada na manhã de ontem (20/2) do qual o próprio presidente cancelou de última hora sua vinda a Manaus, agenda muito divulgada pelo seu “braço forte” Coronel Menezes, superintendente da Suframa.

O decreto é pontual e fatal ao futuro de dezenas de milhares de empregos que o PIM oferece a mão de obra em Manaus, quando eleva a alíquota do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) dos concentrados de 4% para 8%, colocando seu prazo de validade: de 1º de junho a 30 de novembro de 2020.

Governador em exercício Carlos Almeida Filho, bem que anteviu tal situação quando discursou na reunião do CAS, ontem na Suframa. Carlos Almeida fez fundamentada defesa da ZFM dizendo que “O Amazonas é uma terra possível e passível de investimentos, de forma perene”.

Para a bancada federal do Amazonas no Congresso, Guedes e Bolsonaro assinam uma sentença de morte do setor de concentrados que conforme prometido por eles, será extinto  até 2022.

A Primeira a sair do PIM foi a Pepsi, atitude que provavelmente gigantes como Coca-Cola e Ambev devem seguir o mesmo fluxo e transformar Manaus em uma cidade agonizante por elevado índice de desempregados.

Leia o decreto na integra aqui.