Turismo

Turismo no Amazonas atrairá 18 mil visitantes em 2020

Turismo
Redação
Escrito por Redação

Em 2019, mais de 12 mil turistas passaram pela capital amazonense durante a realização de 15 eventos nacionais e internacionais ocorridos no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques (CCAVV).

Para 2020, a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) captou 17 eventos, com previsão de desembarque de 18,2 mil visitantes.

Os números animaram os operadores da rede hoteleira manauara. Conforme a presidente da Amazonastur, Roselene Medeiros, a empresa pública já assegurou, para o período de 2020 a 2024, a realização de 20 eventos no Vasco Vasques e em demais centros da capital, com expectativa de atração de aproximadamente 28 mil turistas.

A captação de eventos na atual gestão superou em 100% o número de eventos captados em 2018.

“O governador Wilson Lima nos determinou a captação de mais eventos de negócios para o estado. Durante o ano todo, nós trabalhamos na busca por resultados para melhorar a questão do turismo amazonense, a vinda de novos turistas para cá, e, por conseguinte, melhorar também a ocupação da rede hoteleira. Já são 20 eventos que vão impulsionar o setor e a economia amazonense pelos próximos anos. Esse tipo turismo traz dinheiro novo para o estado, aquecendo mais de 50 segmentos da economia”, comentou a presidente da Amazonastur.

Segundo Roselene Medeiros, um dos maiores eventos previstos para ocorrer em Manaus, no ano de 2020, é a feira Expo CIEE, que vai atrair para o Amazonas cerca de 3,5 mil turistas, no mês de novembro. O evento é considerado a maior feira estudantil da América Latina, focada em educação, capacitação, orientação e direcionamento profissional para o público jovem.

“Uma coisa que a gente nunca esqueceu é que, sem a rede hoteleira, o turismo não acontece. Não adianta o Estado tentar fazer as coisas sem a parceria com o empreendedor de turismo. Vão ocorrer eventos atraindo milhares de turistas para a capital, e isso tem de ter a parceria com a iniciativa privada, que vai receber esses turistas. O ano de 2019 já apresentou resultados significativos no turismo de eventos”, disse Roselene.

Para Isper Abrahim, gestor do Comfort Hotel, o trabalho desempenhado pelo Governo do Estado na captação de eventos para a cidade resultou no crescimento da ocupação nos hotéis.

“Sem dúvida alguma, esse trabalho de formiguinha que a Amazonastur faz no sentido de captar eventos para a cidade tem representado um diferencial muito grande na ocupação. Nós estávamos amargando uma taxa de 30% para baixo nos últimos quatro anos, e nós podemos verificar que desde meados de 2018, e principalmente em 2019, nós estamos com uma taxa de ocupação que, se ainda não está excelente, teve uma melhora substancial. Isso faz com que nós, empresários, possamos acreditar que boas coisas virão”, analisou o empreendedor.

Mercado aquecido – De acordo com a diretora de vendas do Hotel Holiday Inn, Flávia Rocha, a média de ocupação dos hotéis do Distrito Industrial no primeiro semestre foi de 45%, e o advento dos eventos captados pela Amazonastur, no segundo semestre do ano passado, corroborou para aquecer a rede naquela região da cidade.

“Saliento que, com o fechamento do Tropical Hotel e a vinda dos eventos captados pela Amazonastur, dos eventos captados pelo Studio 5, foi possível que a ocupação subisse em 13 pontos percentuais. A grande colaboração dos eventos captados pela Amazonastur é que acabou trazendo uma alta ocupação para os hotéis mais centrais da cidade, como no bairro de Adrianópolis, e isso gerou um efeito dominó, trazendo demandas de outros segmentos que não se hospedavam na região do Distrito”, avaliou a gestora.

O gerente comercial da rede Manaus Hotéis, Aquiles Pires, que atua há 30 anos no setor turístico, ressaltou que a expectativa para 2020 é que Manaus não tenha baixa temporada na hotelaria. Ele atribui o feito aos eventos captados pela empresa pública para o próximo ano.

“Posso dizer que este ano minhas expectativas em relação à Amazonastur foram superadas devido à toda a articulação ocorrida em relação à captação de eventos para 2020 e a união do trade turístico de Manaus. Arrisco dizer que Manaus não terá baixa temporada em 2020 em virtude do ótimo trabalho desempenhado. Teremos um grande volume de turistas vindo para Manaus em todos os meses do ano, e não somente em momentos isolados. Então, a sensação que permanece é de estabilidade para a hotelaria”, comentou.

Mais eventos – Conforme a Amazonastur, o total de turistas que passou por feiras, congressos e fóruns pode chegar a 14.521 pessoas. Isso porque além dos 12.156 turistas do Vasco Vasques, 2.365 visitantes estiveram no Centro de Convenções Studio 5.

CCA Vasco Vasques – Somente com os eventos ocorridos no Vasco Vasques em 2019, mais de 88 mil pessoas passaram pelo centro de convenções durante a realização de 57 encontros. Foi a melhor média de ocupação desde a inauguração do espaço, em 2014. Dos 365 dias do ano de 2019, não ocorreram eventos no CCA apenas em 40 dias.