Destaque Manaus

Trecho recuperado da avenida Djalma Batista deve ser liberado hoje (01/4)

Avenida Djalma Batista David | Foto: Osmar Neto / Seminf
Avenida Djalma Batista David | Foto: Osmar Neto / Seminf
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

O prefeito de Manaus, David Almeida, e o vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, acompanharam nesta quarta-feira, 31/3, à noite, o processo de reaterramento da obra de recuperação de um trecho da avenida Djalma Batista, bairro Chapada, zona Centro-Sul. Na ocasião, eles anunciaram que a liberação total da via deve ocorrer nesta quinta-feira, 1º/4.

“Os trabalhos estão em sua fase final aqui na avenida Djalma Batista e, se o clima colaborar e não chover, nossa expectativa é a de liberar a pista para o trânsito no começo da noite desta quinta-feira”, afirmou David.

A revitalização do trecho da avenida Djalma Batista, no sentido bairro/Centro, oposto ao entregue no último dia 23, foi necessária após avaliação das equipes de engenharia, feita ainda durante a primeira intervenção, ocorrida no dia 18, que apontou que uma contenção da ponte também sofreu danos.

“Diferentemente das últimas administrações, a gestão do prefeito David trabalha com a prevenção. Aqui, de maneira eficiente, identificamos o problema em um lado da pista e no processo verificamos a necessidade de intervenção no outro lado da Djalma Batista e demos uma resposta rápida e eficiente para Manaus”, disse Rotta.

O vice-prefeito explicou que a situação é a mesma da já solucionada no sentido Centro/bairro, devido ao deslocamento de material, mas a ponte está segura. A prefeitura se antecipou, abriu o meio-fio e iniciou imediatamente os trabalhos para a recomposição e recompactação do solo.

Um muro de contenção de aproximadamente 60 metros de extensão foi construído, para reter a força das águas pluviais. A estrutura foi feita com caixas de arame galvanizado e pedras, em um trabalho totalmente manual, devido às dificuldades de acesso para execução da obra. Um efetivo de mais de dez homens trabalha de forma intensiva no local.