Destaque Manaus

Teremos greve nesta segunda(21)? David reunirá com categoria e Manaus agradece Arthur pelo “presente de despedida”

Prefeito eleito David Almeida | Foto: Assessoria SEMCOM
Prefeito eleito David Almeida | Foto: Assessoria SEMCOM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Manaus – Como já ocorre todo final de ano, o manauara poderá amargar a partir de amanhã (21) mais uma greve dos rodoviários.

Sem ter tido pulso forte por parte do atual prefeito de Manaus Arthur Neto, que deixará a prefeitura de Manaus após oito anos passando pano nos notórios problemas do transporte público na capital, Manaus deverá ser presenteada neste natal, como tem ocorrido ano após ano de sua gestão, com mais uma greve dos a muito tempo envelhecidos veículos do transporte público.

Após uma paralisação de advertência nessa semana, a categoria anunciou na ultima quinta-feira (18) que mantém a proposta de greve para a próxima segunda-feira (21). Lembrando que a classe entrará em greve por atraso em pagamento do 13º salário.

Ao mesmo tempo, tentando dar inicio a um apagar de incêndio que promete entrar já no início de seu mandato, o prefeito eleito de Manaus David Almeida, terá encontro com representantes das empresas de ônibus já nessa segunda-feira, mas o assunto será outro; o atual valor da tarifa, hoje congeladas em R$ 3,80 devido o subsidio da prefeitura de Manaus.

Durante sua campanha, David Almeida e Marcos Rotta não quiseram acordo, digo conversa, com nenhum representante da categoria de transporte coletivo, deixando claro que não poupariam nenhum esforços para trocar literalmente toda a frota da capital e readequação da tarifa de ônibus, amargada com ônibus com mais de 4 anos de circulação, acreditem !!

Em suas coletivas à imprensa, o prefeito eleito deixou claro que a passagem em Manaus é uma das mais caras do país, mesmo com o subsídio que a prefeitura injeta no sistema anualmente, traduzindo, apagando incêndio das já cotidianas greves de final de ano que amargaram boa parte do mandato de Arthur Neto.

O novo valor da tarifa técnica de ônibus em Manaus é de R$ 4,51, conforme o Decreto n° 4.969, de 18 de dezembro de 2020, assinado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, que encerra o mandato no dia 31 deste mês. Esse é o valor com subsídio pago às empresas. O preço para o usuário permanece em R$ 3,80 e para o David Almeida a sugestão seria reduzir o valor em cinco centavos, para R$ 3,75 especificamente, facilitando inclusive o troco e o fluxo, conforme afirmou em entrevista coletiva nesta quinta (17).

O que salva, a quem depende do transporte público em Manaus, é a certeza que Almeida e Rotta já possuem direcionamento e estratégias para a classe e toda a população manauara, viabilizando assim uma melhora na frota e redução na tarifa.