Boa Vista

Surita reforça decreto municipal com distribuição de mais 35 mil máscaras em Boa Vista

Boa Vista | Foto: SEMUC
Boa Vista | Foto: SEMUC
Zukka Brasil | RR
Escrito por Zukka Brasil | RR

Boa Vista – Com a reabertura do comércio nesta segunda-feira, 20, a prefeitura de Boa Vista reforçou também o uso obrigatório das máscaras, distribuindo mais de 35 mil itens em toda a capital. De forma itinerante, as equipes do programa Servidor de Valor passarão por pontos estratégicos da cidade, começando pelas avenidas Solón Rodrigues Pessoa e Ataíde Teive. Nesta terça-feira, 21, a entrega das máscaras acontece na Avenida Estrela Dalva.

“Vamos distribuir mais de 35 mil máscaras para que todos tenham acesso a esse equipamento de proteção muito necessário neste período de pandemia. Quero reforçar que estamos retomando, aos poucos, a economia na cidade, mas para que tudo se normalize é preciso a consciência de todos”, disse a prefeita Teresa Surita.

O decreto municipal 73/E, publicado no Diário Oficial do dia 16 de julho, estabelece as consequências da não utilização de máscaras durante o período de enfrentamento da doença. Quem não cumprir a nova medida, a multa será no valor de R$ 50. A fiscalização das condutas e aplicação das multas ficarão a cargo da Guarda Civil Municipal.

“A guarda está iniciando hoje a fiscalização da obrigatoriedade da máscara. É interessante que todos utilizem e obedeçam para evitar o contágio. As orientações estão sendo feitas. A própria guarda fornece a máscara para eventual pessoa que esteja sem condições de adquirir. Vai ser feita a aplicação da sanção e mais 50 reais cada reincidência”, explicou Raimundo Barros, secretário de Segurança Urbana e Trânsito.

No ato da fiscalização, será exigida a documentação do infrator, seja ele brasileiro ou estrangeiro. A multa ficará vinculada ao CPF do cidadão, com um procedimento para emissão e prazos para defesa. Os valores vão para as contas do tesouro Municipal e serão usados nas ações de combate ao coronavírus.

Jornalista: Ceiça Chaves