Economia

SUFRAMA agora terá que se explicar à Guedes sobre Construtora Brilhante

Suframa
Redação
Escrito por Redação

O deputado Marcelo Ramos (PL) quer explicações de Paulo Guedes sobre um contrato de manutenção predial em vigor na Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), comandada pelo coronel Alfredo Menezes, afilhado de casamento de Jair Bolsonaro.

Segundo o parlamentar, houve direcionamento na contratação da Construtora Brilhante e os pareceres técnicos alertando para a ilegalidade foram ignorados.

O valor do contrato, firmado por meio de adesão à ata de registro de preços, é de 3,6 milhões de reais.

Ainda de acordo com o deputado — que protocolou ontem (28/1) no Ministério da Economia um ofício com os pedidos de explicação –, a construtora em questão pertence a um amigo do superintendente da Suframa.

Em nota, a Suframa informou que:

“A contratação da empresa atendeu a uma recomendação feita pelo Tribunal de Contas da União, desde 2015, para substituir o contrato vigente que estipulava um valor mensal a ser pago independente da existência do serviço, gerando uma despesa sem sentido para a Autarquia federal”.

Com informações O Antagonista