Cultura | AM Destaque

Sucesso ! Manauara Cultural tem inicio hoje no Teatro Manauara com algumas sessões esgotadas

Apresentação Teatro Manauara - Foto Assessoria
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Cultura/Am – Teatro Manauara abre as portas nesta quinta-feira (3). Após meses de incertezas, espera e muitas lives para acalentar os corações em isolamento, eis que o dia do aguardado reencontro presencial entre público e artistas amazonenses finalmente chegou. Com o projeto “Manauara Cultural: Nossa Arte Resiste”, o Teatro Manauara reabre nesta quinta-feira (3), às 19h, no evento que se estende até o domingo com apresentações de stand up comedy, música, cenas teatrais e dança.

Nesta quinta, o encontro é com os humoristas Daniel Dias, Júnior Santos, Leandro Leitte, Lucas Eduardo e Marcos Paiva. Em ascensão no cenário da comédia local, cada um irá fazer uma apresentação no estilo pocket show, de cerca de 20 minutos, com os assuntos mais variados, como os dias de isolamento social com a família ou as interpretações bem humoradas do cotidiano do amazonense no contexto atual.

“A expectativa é a melhor possível. Estou muito animado e empolgado, porque depois de quatro meses, voltar aos palcos é como uma estreia”, diz o humorista Daniel Dias, que prepara um repertório especial de suas melhores tiradas. “Acredito que o público vai sair satisfeito pois darei o melhor do meu conteúdo e, conhecendo os outros comediantes, sei que eles vão superar as expectativas de todos”, afirma.

Veterano do stand up em Manaus, Marcos Paiva também comenta a expectativa para o show de reabertura do teatro.

“O Teatro Manauara é um lugar especial. Já fiz várias apresentações lá e é sempre como se fosse a primeira vez. Vai ser um show com muita risada. Os meninos são todos muito bons”, diz ele, adiantando que sua apresentação será focada no cotidiano da cidade e nas peculiaridades de cada bairro.

Na sexta-feira, quem faz as honras da casa são os músicos Adriano Arcanjo, Ana Terra e Chrystian Pinheiro, Afonso Rodrigues, Bruno Rodriguez e Bianca Caggy. O repertório dos artistas varia entre canções originais e releitura de clássicos do pop rock nacional e internacional, assim como de soul, pop music e Música Popular Brasileira (MPB).

Já o sábado é dia de revisitar a magia das artes cênicas. Para o dia, estão marcadas as apresentações das esquetes “Guadalupe de Mont Serrat”, de Nivaldo Mota; “Quarentenados”, de Roger Barbosa e Ariane Feitosa, da Companhia Interarte; o espetáculo “Encontro”, com Clayson Charles e Camila Maria, da Criatê Arte e Produções; e a cena teatral “Querido Diário”, com Samanta Leite, Giese Santos, Ananda Guimarães e Thay Liartes, da Companhia Trilhares.

No domingo, fechando o evento, sempre às 19h, haverá as apresentações “A Resistência do Folclore Brasileiro)”, com os bailarinos Larissa Perroni e Thaysson Castro; o solo de balé clássico livre “Liberté”, com Brenda Lobato; o show de dança do ventre “Arte e Tradição”, com Maíse Ribeiro; e o solo de jazz dance “Mulher”, com a bailarina Bárbara Aranha.

E acordo com a diretora do Teatro Manauara, Carolina Bim, o evento, que é uma parceria do Manauara Shopping com o Teatro Manauara, tem como um dos focos principais a necessidade de movimentar a cadeia produtiva local, promovendo um reencontro entre público e artista locais num momento em que a arte se afirma, mais uma vez, como uma necessidade humana básica. Ela diz que, nos quatro dias de evento, a casa trabalhará com público reduzido em 50%, distanciamento entre as poltronas, pontos de sanitização e todas as medidas de sanitárias recomendadas pelas autoridades e órgãos de saúde e vigilância sanitária. 

“O Teatro Manauara está preparado para receber o público”, afirmou.

Segundo Carolina, no hall de entrada do Teatro, no chamado foyer, o público terá ainda a possibilidade de interagir com artistas circenses, como mímicos, malabaristas, palhaços e mágicos nos quatro dias de evento. Os ingressos estão disponíveis no site ingressodigital.com , nos valores de R$ 10 meia e R$ 20 inteira e também estarão disponíveis na bilheteria, que destinará sua renda inteiramente para o cachê dos artistas.

Cultura urbana inspira humor, quem também se inspira na cultura urbana da cidade é o jovem Leandro Leitte, morador do bairro do Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus. Tomando figuras conhecidas do universo da periferia da cidade, com seus hábitos, trejeitos e gírias, ele tem feito sucesso nas redes sociais, onde possui mais de 180 mil seguidores, somando Facebook e Instagram.

Ele conta que durante o período mais agudo da pandemia de coronavírus na cidade, ele aproveitou para investir nas redes sociais. E deu certo: segundo Leandro, durante os três meses distanciamento social mais intenso, em que passou basicamente produzindo vídeos, seus conteúdos somam mais de 30 milhões de visualizações nas redes sociais.

“O humor tem ajudado as pessoas a sair um pouco desse mundo caótico”, diz ele, que já trabalhou como feirante, barbeiro e agora se dedica exclusivamente aos shows de comédia. “Estar de volta aos palcos é estar fazendo o que eu sempre amei. É como se minha vida estivesse voltando ao lugar. O show vai ser maravilhoso, não apenas por mim, mas também pelos colegas, que são ótimos”, comentou.

Com informações da Assessoria