Cinema Vídeos

Show “Roberto Carlos em Jerusalém 3D” será exibido em 189 salas de cinema no brasil

“Roberto Carlos em Jerusalém 3D”
Redação
Escrito por Redação

No dia 2 de dezembro os fãs de Roberto Carlos tem um encontro marcado com o cantor em um cenário único: as salas de cinema.

As 144 sessões do show “Roberto Carlos em Jerusalém 3D”, que ocorrerão nesta data, às 21h30, em 50 cidades brasileiras, contarão com transmissão ao vivo antes da exibição do show.

O público presente poderá se sentir mais perto do cantor e acompanhar, em tempo real, a chegada do artista e convidados, e os bastidores desta noite que une cinema e música no Odeon, no Rio de Janeiro.

Com realização de RC, Globo Filmes, DC Set e H2O Films, o show terá apresentações somente nos dias 2, 6, 7 e 8 de dezembro nos cinemas UCI.

A partir do dia 6, o número de salas que exibirão o show é ainda maior: são 189 telas, contemplando cinemas de Norte a Sul do país.

Os ingressos já estão à venda pelos sites dos cinemas UCI.

Sobre a experiência de cantar na Terra Santa para 5500 pessoas, o cantor Roberto Carlos declarou:

“Quanto cantei pela primeira vez na rádio Cachoeiro, aos nove anos, jamais pensei que uma coisa assim pudesse acontecer na minha vida. Fiquei sinceramente emocionado”.

A apresentação também mostra a viagem de Roberto Carlos à Jerusalém, incluindo sua passagem por locais históricos como a Basílica do Santo Sepulcro, onde tiveram que gravar às 5h da manhã para não atrapalhar a visitação dos turistas durante o dia.

Com direção de Jayme Monjardim, o show foi gravado em um palco de mais de mil metros quadrados no Sultan´s Poll (Piscina do Sultão), junto às muralhas da Cidade Velha de Jerusalém.

A apresentação fez parte, em 2011, do Projeto “Emoções Jerusalém”, criado pelo cantor e pela produtora DC Set para aliar entretenimento e turismo.

O filme traz o registro da grande noite, com a apresentação de clássicos como “Além do horizonte”, “Como é grande o meu amor por você”, “Jesus Cristo”, e surpresas como as músicas “Detalhes”, cantada em quatro idiomas – português, espanhol, inglês e italiano -, e “Jerusalém toda de ouro” (Yerushalaim shel zarav), interpretada em hebraico, com o apoio de um coral de 30 brasileiros que vivem em Israel.

Com produção musical de Guto Graça Mello, a apresentação mobilizou cerca de 500 profissionais de várias partes do mundo durante dois meses de ensaios.

Além de sua orquestra de 17 músicos, regida pelo maestro Eduardo Lages, Roberto Carlos foi acompanhado de mais 12 músicos israelenses nos instrumentos de cordas.