Saúde | AM

SES-AM implantará comissão de inventários e avaliação de bens em todas unidades de saúde

FOTOS: Rodrigo Santos/SES-AM
FOTOS: Rodrigo Santos/SES-AM
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Como parte das ações do programa Saúde Amazonas, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) deu início à implantação das comissões de inventário e avaliação de bens nas unidades de saúde. A proposta da secretaria é fortalecer o Sistema de Gestão de Material e Patrimônio (Ajuri) e otimizar a gestão de bens das unidades da rede, eliminando sanções dos órgãos de controle.

Atualmente, o sistema Ajuri é centralizado na Gerência de Patrimônio (Gepat). Com isso, as unidades realizam os inventários apenas de forma offline, em planilhas no Excel, demandando tempo e aumentando o risco de inconsistências nas informações.

Com a implantação das comissões, a ideia é que 100% das unidades utilizem o sistema on-line para gerir a avaliação dos bens e prestar informações ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). Hoje, além do Gepat, utilizam o sistema a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Fundação Hemoam, Fundação Cecon, Fundação de Medicina Tropical (FMT-HVD), Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ) e Fundação Alfredo da Matta (Fuam).

A comissão de inventário será composta por três servidores efetivos da unidade, que serão responsáveis pelo inventário de todo o material, catalogando aparelhos e objetos setor a setor, incluindo equipamentos hospitalares.

A comissão de avaliação de bens também terá três servidores efetivos em sua composição, sendo necessária a presença de um contador. Cabe a eles estimar o valor dos bens em uso e atualizar o sistema patrimonial.

Ajuri – Lançado em 2008, o Sistema de Gestão de Material e Patrimônio (Ajuri) permite uma visão corporativa e integrada de estoque de material e patrimônio existente em todos os órgãos da administração pública estadual.

O sistema garante modernização e racionalidade na administração de material e bens patrimoniais, permitindo aos usuários um completo controle quanto a entradas, saídas, transferências, empréstimos, baixas e a localização de material e bens de patrimônio das unidades de saúde.