Educação | RR

Seed suspende temporariamente atividades não presenciais na rede estadual de ensino

O ensino remoto nas escolas da rede estadual será suspenso temporariamente no mês de setembro - Foto Ascom/Seed
Zukka Brasil | RR
Escrito por Zukka Brasil | RR

O ensino remoto nas escolas da rede estadual será suspenso temporariamente no mês de setembro. A medida, adotada pela Seed (Secretaria de Educação e Desporto), será oficializada por meio da publicação da Portaria N° 1123/2020 no DOE-RR (Diário Oficial do Estado) desta terça-feira, 1°.

As atividades não presenciais serão suspensas de 1° a 30 de setembro. O ensino remoto está sendo ofertado na rede estadual desde o dia 6 de abril. A intenção da Seed é avaliar o processo pedagógico e as atividades propostas no período.

De acordo com o último relatório de acompanhamento das atividades não presenciais, na capital Boa Vista 66% dos estudantes foram alcançados com atividades online no mês de julho, 23% com atividades impressas e 11% dos alunos não foram alcançados. Nas escolas da capital, são 40.633 alunos matriculados.

No interior, zona urbana e rural, as escolas atendem 17.951 estudantes. Destes, 47% foram atendidos com aulas online, outros 47% com atividades impressas e 5% dos estudantes não foram atendidos.

“Vamos redimensionar as ações pedagógicas, realinhar o Plano de Trabalho Escolar e também vamos fazer a busca ativa de alunos que não foram atendidos neste período. É importante destacar que os alunos não terão prejuízo educacional”, destacou a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo.

O mês de setembro será para replanejar estratégias para a oferta do ensino remoto, com ênfase no atendimento aos estudantes que não foram alcançados e os que não atingiram os objetivos propostos. Será o momento também para que a coordenação pedagógica das escolas e professores elaborem relatórios das ações realizadas nestes cinco meses de oferta do ensino remoto.

Com a medida, o serviço de transporte escolar, que vinha sendo flexibilizado para a entrega das atividades impressas, também será temporariamente suspenso.

REDE ESTADUAL – As escolas da rede estadual de ensino estão com atividades não presenciais desde o dia 6 de abril, conforme Decreto N° 28. 663-E, publicado no dia 31 de março no DOE-RR. Para os estudantes que possuem acesso à internet, os conteúdos estão sendo repassados de forma online, por meio de redes sociais, como Whatsapp e aplicativos como Google Classroom, Google Meet, entre outras ferramentas digitais. Os conteúdos são elaborados exclusivamente pelos professores.

Para os estudantes que não dispõe de acesso à internet, os professores estão elaborando apostilas com conteúdos didáticos. Os pais possuem horários específicos para retirar e devolver o material na escola. Nas escolas localizadas em comunidade indígenas e para os estudantes que moram em localidades distantes da escola, o material chega com o apoio do serviço flexibilizado do transporte escolar.

 PROTOCOLO – Ainda não existe uma data definida para o retorno das atividades presenciais nas escolas da rede estadual de ensino, mas a Seed já está trabalhando na construção do protocolo de retomada das atividades presenciais. Para isso, já foram realizadas duas reuniões ampliadas.

A primeira reunião contou com a participação da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) e secretários municipais de Educação. A segunda reunião ampliada contou com a participação do secretário de Estado da Saúde, Marcelo Lopes, secretários municipais de Saúde, secretários municipais de Educação, Undime e Seed. Outras reuniões estão previstas para ocorrer, incluindo a participação de entidades de classe e representantes da sociedade civil organizada.

“A ideia é construir um documento em conjunto, fortalecendo o regime de colaboração entre Estado e municípios e sugerindo ações que devem ser realizadas para embasar a decisão da retomada das aulas presenciais”, destacou Leila Perussolo.

A rede estadual de ensino atende, de acordo com o Censo Escolar da Educação Básica, 75.386 alunos em 374 escolas.

SECOM Roraima – Jornalista: Mágida Azulay Khatab