Manaus

Procon Manaus autua no “Black Friday” oito estabelecimentos

Procon Manaus
Redação
Escrito por Redação

Com operação atuante em diversos centros comerciais da cidade, o Procon Manaus, autuou oito lojas durante as promoções relacionadas à Black Friday.

Os lojistas foram autuados por diversas infrações, especialmente após denúncias de publicidade enganosa.

Durante as semanas antecedentes às promoções, o Procon Manaus esteve vigilante orientando consumidores e lojistas. Já no dia da Black Friday, ocorrida na última sexta-feira, 30/11, as operações se concentraram em denúncias recebidas via telefone e redes sociais.

“Percebemos consumidores mais conscientes e mais atentos às ações das lojas. Desde o início de novembro estávamos em campanha de orientação à Black Friday, dando dicas aos consumidores e de que forma poderiam aproveitar e denunciar, caso se sentissem lesados”, explicou o secretário-interino da Semdec, Rodrigo Guedes.

Entre as inúmeras denúncias atendidas pelo Procon Manaus, uma delas foi a autuação de uma loja de departamentos, localizada em um shopping center da zona Centro-Sul. No local, foi verificado que a loja estava comercializando o preço de uma manta com valor de Black Friday, sendo o mesmo já era praticado anteriormente em todas as franquias.

“Esta denúncia nos foi enviada via Instagram, após consumidor constatar a diferença dos preços enganosos praticados pela loja Riachuelo. Então, fomos até o local e constatamos a infração in loco e o estabelecimento foi autuado. Importante lembrar que todos os estabelecimentos ainda têm o período para preparar a defesa e assim, o Procon Manaus atuará de acordo com o que está em lei”, informou Guedes.

Consumidores atentos
Ainda segundo Guedes, o que se constatou durante todo esse período foram consumidores mais conscientes. “Observamos, especialmente através denúncias que chegam até o Procon Manaus, consumidores mais atentos e conscientes em relação à compra e consumo. As pessoas pesquisaram mais e quando se sentiram lesadas denunciavam com fotos e vídeos. Isso é importante para nós não somente como órgão fiscalizador, mas em saber que estamos ganhando a confiança do cidadão”, finalizou o secretário-interino.

Infrações
Entre as irregularidades encontradas nos estabelecimentos, boa parte também se refere à divergência de preços durante as promoções, ausência de preços visíveis nos produtos, consultor de preços fora dos padrões exigidos pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC), ausência do CDC nos caixas e ausência do cartaz sobre a Lei do Troco.