Política

Presidente da Câmara Arthur Lira, o candidato bolsonarista, busca acordo com STF para soltar prisão de Daniel Silveira

Arthur Lira | Presidente Câmara dos Deputados | Foto: Internet
Arthur Lira | Presidente Câmara dos Deputados | Foto: Internet
Escrito por Zukka Brasil

Após os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidirem, por unanimidade, na tarde de ontem (17), manter a prisão do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ), a Câmara passou o dia buscando derrubar a medida. 

O presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL) tentava fazer um acordo com os partidos e integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) para revogar a detenção e apenas suspender ou cassar o mandato do deputado. Ele chegou a ligar para dois ministros do STF. De acordo com a reportagem, relatos contam que seus aliados temem que a validação da prisão crie um precedente que possa se virar contra eles no futuro, apesar de não desejarem confrontar o Supremo.

Já integrantes do tribunal, que chancelaram a medida por 11 a 0 ontem (17), veriam o livramento de Silveira como uma afronta ao Parlamento.

A audiência de custódia do político bolsonarista acontece hoje (18).

A ordem de prisão foi proferida na noite da última terça-feira (16) pelo ministro do STF Alexandre de Moraes, após o parlamentar divulgar um vídeo com discurso de ódio contra os integrantes da Corte.

A informação é do jornal Folha de S. Paulo.