Manaus

Prefeito acompanha transbordo de mais de 500 toneladas de lixo retirado de igarapés e da orla do rio Negro

Foto: De Castro / Semulsp
Foto: De Castro / Semulsp
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

O prefeito de Manaus, David Almeida, acompanhou na tarde deste domingo, 11/4, o serviço de transbordo de mais de 500 toneladas de resíduos sólidos, retiradas ao longo de 15 dias, da orla do rio Negro e dos igarapés da capital.

O material foi transportado do porto Trairi, no Santo Antônio, zona Centro-Oeste, até o Aterro Sanitário Municipal, localizado no quilômetro 19, da AM–010 (Manaus – Itacoatiara). A modalidade de limpeza dos igarapés e orla da cidade retira em média 27 toneladas, por dia, de lixo, a um custo de R$ 1 milhão, por mês, aos cofres públicos.

“Vamos agora fazer um trabalho de conscientização junto à nossa população, de que nossos rios não são lixeiras, para assim diminuirmos essa quantidade de descarte irregular e prejuízos aos nossos rios e igarapés”, informa o prefeito, que também chama a atenção para o fato de que esse é um dos serviços mais caros à prefeitura.

A atuação da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), na limpeza fluvial, nos primeiros 100 dias da gestão David Almeida, foi uma das medidas preventivas no período do inverno amazônico, ocasião em que são registradas fortes chuvas e transbordo de igarapés. Todo o lixo recolhido é resultado do descarte irregular, nos igarapés do Mindu e do 40.

De acordo com o secretário municipal de Limpeza Urbana, Sabá Reis, é um trabalho diário que a Prefeitura de Manaus vem fazendo em toda a orla da cidade.

“Nossas equipes vão com as redes, balsas e rebocadores tirando todo o lixo que é descartado de forma irregular na cidade, e que acaba poluindo os rios. Fazemos ações constantes na Manaus Moderna, Educandos, Colônia Oliveira Machado e outros pontos. E tudo isso poderá ser evitado com a colaboração da nossa população, em não descartar lixo irregular na cidade”, salienta.