ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Portal de telemedicina do Sistema Hapvida ultrapassa a marca de um milhão de atendimentos realizados

Portal de Telemedicina Sistema Hapvida
Foto: Ascom
Escrito por Zukka Brasil | AM

O Sistema Hapvida ultrapassou a marca de mais de um milhão de atendimentos de telemedicina realizados no Brasil.

Desde abril de 2020, a operadora de saúde conta com a plataforma de teleconsultas, que tem um programa de telemedicina hospitalar, voltado para as urgências em Cardiologia, Neurologia, Psiquiatria e paciente críticos; e os programas de teleconsultas eletivas, a Clínica Digital, e de urgência, o Pronto Atendimento Digital.

“A Teleconsulta é uma plataforma de uso intuitivo, que pode ajudar os beneficiários a acessar a saúde de maneira rápida, fácil, desburocratizada e com segurança. Isso pode reduzir custos pela chance de se evitar idas desnecessárias a pronto atendimentos físicos, além de proporcionar uma experiência mais fluida e agradável para os pacientes. Não podemos esquecer que já somos uma sociedade digital, e que a saúde não irá ficar fora disso”, pontua José Luciano Monteiro Cunha, Diretor Médico Corporativo de Saúde Digital Hapvida.

A resolutividade do atendimento on-line é um dos pontos destacados pelo executivo. Para ter acesso à teleconsulta, o paciente pode acessar o aplicativo do Hapvida ou o site www.hapvida.com.br/teleconsulta.

“Unimos toda a experiência da teleconsulta em um só portal, com a fluidez da nossa interface intuitiva e a comodidade do recebimento de documentos eletrônicos dentro do portal, à disposição para download e via SMS. No portal, também é possível fazer o agendamento de teleconsultas eletivas e realizar o acesso ao Pronto Atendimento Digital”, acrescenta Dr. Luciano.

A procura pelas soluções de saúde digital tem aumentado progressivamente. Na segunda onda da covid-19, 85 mil teleconsultas foram realizadas por mês. A maior faixa etária de pacientes que usam o portal de telemedicina do Hapvida está na faixa de 35 a 50 anos, o que representa 30% dos usuários. Para Adria Cândido, Diretora Corporativa de Digital Health e Clínicas médicas Brasil do Sistema Hapvida:

“A tecnologia é a propulsora de diversas transformações. O cuidado centrado no paciente é uma característica dessa tecnologia e isso pode aumentar o acesso aos serviços de saúde e reduzir usos desnecessários. As pessoas têm direito ao cuidado quando e onde quiserem, e essa praticidade faz parte de uma saúde inteligente. Nossa missão é facilitar a vida dos nossos clientes, por isso, investimos tanto em tecnologia e inovação”, destaca Adria.

Para atuar com saúde digital, os profissionais do Hapvida passam por um processo de capacitação, que demanda aprovação mínima de 80% na avaliação. A plataforma considera o cumprimento de protocolos internacionais de segurança de dados da saúde e a LGPD (Lei de Proteção de Dados).