Destaque Roraima Saúde | RR

Portal da Transparência no combate à COVID-19 é lançado oficialmente em RR

Governo de Roraima lançou a nova plataforma para o Portal da Transparência. Foto: Fernando Oliveira
Zukka Brasil | RR
Escrito por Zukka Brasil | RR

Agora é oficial. Nesta quinta-feira, 10, o Governo de Roraima lançou a nova plataforma para o Portal da Transparência com informações sobre gastos detalhados do Estado no combate à COVID-19. A ferramenta foi criada pela equipe técnica do Governo Digital, por meio do SEI (Sistema Eletrônico de Informação), em parceria com a Sesau (Secretaria de Saúde) e CGE-RR (Controladoria Geral de Roraima). O Portal COVID-19 entrou em funcionamento no dia 1º de setembro e pode ser acessado no endereço: roraimacontraocorona.rr.gov.br/transparencia

A plataforma proporcionará ao Governo de Roraima evitar desperdícios e melhorar a aplicação dos recursos financeiros estaduais no enfrentamento à corrupção no Estado, além de permitir à população roraimense acompanhar de perto todos os acontecimentos relacionados ao enfrentamento do Coronavírus.

O governador Antonio Denarium ressaltou que, antes mesmo da criação do portal e após a constatação de irregularidades em contratos na Sesau, determinou junto aos órgãos de controle a investigação do caso, para que o Estado tivesse mais transparência nas contratações.

“Quando soube das irregularidades na Sesau, eu abri um processo junto à Controladoria e à Procuradoria Geral do Estado, com auditoria nos contratos da Saúde e as irregularidades foram apresentadas. Com isso, fizemos a denúncia e entramos com uma ação contra a empresa responsável, ou seja, não compactuamos com nenhum tipo de irregularidades no nosso Governo. Não é somente na Sesau, mas sim em todas as secretarias. E por minha determinação, lançamos hoje o novo portal, que vai levar informação detalhada para toda população”, afirmou.

Ranking da Transparência

De acordo com o coordenador da Assessoria do Governo Digital, Paulo Torres, a nova plataforma é totalmente integrada a vários sistemas (internos e também do Ministério da Saúde), cobrindo 100% das informações. Ele explicou que o objetivo é avançar ainda mais na classificação e ficar entre os primeiros colocados no Ranking Internacional da Transparência.

“Hoje, nós cobrimos 100% da informação em contratações de serviços, aquisições de insumos, informações sobre óbitos, novos casos, aplicação de testes, ou seja, tudo que é preconizado dentro do manual. A nossa meta é ambiciosa: vamos sair das últimas posições e saltar para as três primeiras posições do Ranking da Transparência”, afirmou Torres.

Com informações de Wesley Oliveira

 Fernando Oliveira