Segurança | AM

Polícia Civil prende trio envolvido em roubo a distribuidora de bebidas no bairro Cidade de Deus

Polícia Civil
Zukka Brasil
Escrito por Zukka Brasil

A Polícia Civil do Amazonas cumpriu mandado de prisão preventiva por roubo majorado e associação criminosa em nome de trio envolvido em roubo de R$ 30 mil em uma distribuidora de bebidas situada no bairro Cidade de Deus, zona norte da capital. O crime aconteceu no dia 7 de janeiro deste ano e um dos infratores é sobrinho do dono do estabelecimento comercial.

Na manhã desta quinta-feira (14/02), o delegado Ricardo Cunha, titular do 13° Distrito Integrado de Polícia (DIP), falou sobre o cumprimento do mandado, durante coletiva de imprensa realizada às 9h30, no prédio da unidade policial.

De acordo com a autoridade policial, Felipe Gomes da Silva, 24; Rayron da Rocha Anselmo, 26, e Marcos André Lima Ribeiro, 31, conhecido como “Arroz”, foram presos pela equipe do 13º DIP na tarde de quarta-feira (13/02), por volta das 13h, no bairro Colônia Oliveira Machado, zona sul da cidade.

Informações privilegiadas – Ricardo Cunha ressaltou que, ao longo das investigações em torno do caso, os policiais civis descobriram que Felipe é sobrinho do proprietário da distribuidora e foi o mandante do crime. O jovem teria repassado a “Arroz” informações privilegiadas sobre o local onde o dinheiro ficava guardado.

“Após a vítima formalizar o roubo, chamou nossa atenção o tempo curto da ação criminosa. A partir disso, realizamos investigações que nos levaram até Felipe. Em depoimento, ele confessou ter sido o mandante do crime e argumentou que planejou o roubo motivado por sentimento de vingança, já que trabalhava 12 horas por dia para o tio e recebia uma pequena quantia pelo serviço”, disse Cunha.

Dinâmica do crime – O titular do 13º DIP relatou que “Arroz” contratou Matheus Cabral Ferreira e um adolescente de 17 anos, que ainda estão sendo procurados pela polícia, para praticarem o delito. No dia da ação criminosa, os infratores entraram no estabelecimento, anunciaram o roubo e seguiram direto ao local onde o dinheiro estava guardado, enquanto Rayron esperava do lado de fora, em um veículo, para dar cobertura aos comparsas no momento da fuga.

Após a identificação dos elementos, Ricardo Cunha representou à Justiça o pedido de prisão para Felipe, Marcos, Matheus e Rayron, além do pedido de busca e apreensão para o adolescente. As ordens judiciais foram expedidas no dia 8 de fevereiro deste ano, pela juíza Anagali Marcon Bertazzo, no Plantão Criminal.   

Na delegacia, durante consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), foi verificado que “Arroz” era considerado foragido de unidade prisional na capital. No sistema consta, ainda, que o elemento possui passagens pela polícia por roubos e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Indiciamento – Felipe, Marcos e Rayron foram indiciados por roubo majorado e associação criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia, eles serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde deverão ficar à disposição da Justiça.

Disque-Denúncia – Ricardo Cunha destacou que qualquer informação sobre a localização dos demais envolvidos no caso que seguem foragidos podem ser repassadas pela população ao número (92) 99212-1015, o disque-denúncia da unidade policial. “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu.

FOTOS: ERLON RODRIGUES/PC-AM