Amazonas

PIONEIRO: TCE-AM irá utilizar sistema de identificação facial em 2022

Secretaria de Controle Externo (Secex) Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM)
Foto: DICOM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Pioneiro entre os órgãos públicos do Amazonas e demais Tribunais de Contas do país, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) passará a fazer o registro de visitantes, servidores e demais colaboradores através de identificação facial. A implementação do sistema foi realizada pelo presidente da Corte de Contas, conselheiro Mario de Mello, e deve entrar em vigor até março de 2022.

“Trabalhamos para implementar esse sistema em conjunto com a Assistência Militar visando qualificar, ainda mais, a segurança de nossa Corte de Contas. Foi um processo de muito estudo, que, assim que for efetivado, vai trazer grandes benefícios e servir de exemplo para outros órgãos públicos”, destacou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

Além de contribuir para o registro de entrada e saída dos servidores e colaboradores, servindo como um ponto eletrônico de maior capacidade tecnológica, o sistema de identificação facial aumenta a segurança da Corte de Contas, utilizando de uma base de dados para registrar a circulação de pessoas nas dependências do Tribunal.

“O novo sistema de reconhecimento facial vai permitir, além do ponto, um controle de tráfego de visitantes que acessarem as dependências da Corte de Contas. Isso nos permitirá fazer um controle melhor e mais dinâmico do acesso de pessoas ao Tribunal”, afirmou o Diretor de Assistência Militar, Coronel Heriberto Côrrea.

Pioneiro entre os órgãos públicos do Amazonas e demais Tribunais de Contas do país, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) passará a fazer o registro de visitantes, servidores e demais colaboradores através de identificação facial. A implementação do sistema foi realizada pelo presidente da Corte de Contas, conselheiro Mario de Mello, e deve entrar em vigor até março de 2022.

“Trabalhamos para implementar esse sistema em conjunto com a Assistência Militar com o objetivo de qualificar, ainda mais, a segurança de nossa Corte de Contas. Foi um processo de muito estudo, que, assim que for efetivado, vai trazer grandes benefícios e servir de exemplo para outros órgãos públicos”, destacou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

Além de contribuir para o registro de entrada e saída dos servidores e colaboradores, servindo como um ponto eletrônico de maior capacidade tecnológica, o sistema de identificação facial aumenta a segurança da Corte de Contas, utilizando de uma base de dados para registrar a circulação de pessoas nas dependências do Tribunal.

“O novo sistema de reconhecimento facial vai permitir, além do ponto, um controle de tráfego de visitantes que acessarem as dependências da Corte de Contas. Isso nos permitirá fazer um controle melhor e mais dinâmico do acesso de pessoas ao Tribunal”, afirmou o Diretor de Assistência Militar, Coronel Heriberto Côrrea.

Identificação e biometria facial

A biometria facial será disposta em todas as portarias de acesso ao Tribunal, para registrar a entrada e saída de servidores. Além das biometrias, o público externo que acessar o TCE-AM fará um registro no banco de dados da Corte.

Por meio deste banco de dados, o sistema poderá identificar a movimentação, para restringir o acesso do público somente nos locais preestabelecidos.

O sistema também possibilita a aferição automática de temperatura, sabendo se os limites foram ultrapassados conforme o valor estipulado. Além de todas as inovações trazidas com o novo sistema, será feita, ainda, uma ampliação do número de câmeras da Corte de Contas em torno de 40%.

A biometria facial será disposta em todas as portarias de acesso ao Tribunal, para registrar a entrada e saída de servidores. Além das biometrias, o público externo que acessar o TCE-AM fará um registro no banco de dados da Corte.

Por meio deste banco de dados, o sistema poderá identificar a movimentação, para restringir o acesso do público somente nos locais preestabelecidos.

O sistema também possibilita a aferição automática de temperatura, sabendo se os limites foram ultrapassados conforme o valor estipulado. Além de todas as inovações trazidas com o novo sistema, será feita, ainda, uma ampliação do número de câmeras da Corte de Contas em torno de 40%.

Com informações de Lucas Silva