Destaque Saúde | AM

Pesquisa CovacManaus vacina servidores da SEMED com primeira dose de vacina contra a Covid-19

Pesquisa CovacManaus | vacinação | Foto: Divulgação / Semed
Pesquisa CovacManaus | vacinação | Foto: Divulgação / Semed
Escrito por Zukka Brasil | AM

Servidores da Prefeitura de Manaus, da área da Educação, da faixa etária de 48 a 49 anos, com comorbidades comprovadas por laudo médico, receberam neste sábado, 20/3, a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

A imunização faz parte da pesquisa CovacManaus, que tem como objetivo identificar se a aplicação da CoronaVac em pessoas com comorbidades terá impacto na prevenção de formas mais graves da doença. Ao todo, mais de 2,2 mil profissionais da Secretaria Municipal de Educação (Semed) poderão ser vacinados.

A imunização faz parte do estudo CovacManaus e os servidores que se encaixam nas características desta pesquisa, após darem consentimento, vão passar por triagem, exames e receberão as duas doses da CoronaVac.

Todos os profissionais da Semed podem participar da pesquisa, mas apenas aqueles que apresentam comorbidades comprovadas por laudo médico, e descritas no estudo, de idade entre 18 a 49 anos, serão vacinados.

A assessora do Departamento de Gestão Educacional (DEGE) da Semed, Mônica Lobato, 48, foi umas das primeiras a ser vacinada neste sábado. Ela tem problema respiratório crônico e Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 30.

“Sou a favor da ciência e é um privilégio participar desse estudo. Em um processo de 12 meses, vamos ser acompanhados por telefone periodicamente e daqui a 28 dias vou receber a segunda dose da CoronaVac. Para mim é uma experiência fantástica, primeiro como profissional da educação e segundo como participante de um processo que valida uma pesquisa, mostrando que a ciência tem um trabalho sério e importante”, comentou Mônica, que também falou sobre o atendimento.

“O cuidado foi algo que chamou a minha atenção, na sala de triagem fizemos alguns exames, inclusive teste de gravidez, exame de sangue, de diabetes, verificamos altura, peso e medimos o IMC. Na triagem também apresentamos o laudo médico das comorbidades”, explicou a servidora, que deve receber a segunda dose da vacina daqui a 28 dias.

Os servidores da Semed sem comorbidades não receberão a vacina, mas também serão acompanhados pela equipe de pesquisa durante um ano, farão exame sorológico e avaliação clínica.

Pesquisa

O estudo é realizado na Escola Normal Superior (ENS) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), de segunda a sábado, das 9h às 16h. Os servidores precisam ficar atentos ao calendário específico para as faixas etárias dentro do cronograma.

Para participar é necessário preencher o formulário de consentimento disponível no site da pesquisa (ipccb.org/covacmanaus).

Parceria

A ação é uma iniciativa coletiva entre a Prefeitura de Manaus, a Fundação de Medicina Tropical (FMT), Instituto de Pesquisa Clínica Carlos Borborema e o Instituto Butantan, que doou 10 mil doses da vacina CoronaVac que também vão atender servidores da educação e da segurança pública do Estado.