Cultura | AM

Orquestra de Violões do Amazonas estreia concerto com obras de compositores clássicos do século 20

Orquestra de Violões
Zukka Brasil
Escrito por Zukka Brasil

Mostrar a versatilidade do violão em uma apresentação diferenciada. Esta é a proposta do concerto “Século XX: Stravinsky, Debussy, Glass”, que a Orquestra de Violões do Amazonas (Ovam) estreia nesta quinta-feira (4/4), às 20h, no Teatro Amazonas (avenida Eduardo Ribeiro, 659, Centro). O evento é uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), e tem entrada gratuita.

Pela primeira vez, a Ovam traz em seu repertório obras eruditas, trabalhadas em linhas modernas, de compositores influentes do século 20 como Igor Stravinsky (“Andante”, “Napolitana”, “Española”, “Balalaika”, “March”, “Wals”, “Polka” e “Galop”), Claude Debussy (“Prelúdio vol.1 n.8” e “Passepied from Suite Bergamasque”) e Philip Glass (“Opening”).

No concerto, a orquestra, sob a regência do maestro Davi Nunes, busca dar destaque à versatilidade do violão. “É com muito orgulho que apresentaremos ao público um repertório diferenciado. A ideia é fugir um pouco do que já estamos acostumados a fazer e buscar novas técnicas que tenham o violão como principal percussor”, comenta Nunes.

Para a apresentação, o maestro destaca o desafio de fugir do tradicional. “Cada concerto já é um grande desafio, então apresentar algo que foge um pouco do nosso tradicional se torna ainda mais contagiante, pois nos dá a oportunidade de mostrar o que o público não está acostumado a ouvir diretamente de uma orquestra de violões”, diz Davi Nunes.

Serviço: Concerto “Século XX: Stranvinsky, Debussy, Glass”, com a Orquestra de Violões do Amazonas (Ovam)

Data/Hora: Quinta-feira (4/4), às 20h

Local: Teatro Amazonas, avenida Eduardo Ribeiro, 659, Centro

Entrada: Gratuita

Classificação: Livre

Para mais informações sobre essas e outras ações, projetos e atividades desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura, acesse o Portal da Cultura (www.cultura.am.gov.br). Confira também os perfis do órgão no Facebook, Twitter e Instagram – culturadoam.

FOTOS: Michael Dantas / SEC