Boa Vista Destaque

Obras de drenagem avançam no Cidade Universitária

Obras Prefeitura de Boa Vista
Obras Prefeitura de Boa Vista | Foto: SEMUC
Zukka Brasil | RR
Escrito por Zukka Brasil | RR

Boa Vista – O loteamento Cidade Universitária, localizado no bairro Cidade Satélite, é um dos locais que estão recebendo obras de infraestrutura.

Por lá, as equipes da Secretaria Municipal de Obras trabalham na construção da rede de drenagem de várias ruas, dentre elas a Canopus, onde os serviços estão sendo executados atualmente. A rua Vega e a avenida Universo já tiveram os serviços de drenagem concluídos.

Serão construídos cerca de quatro quilômetros de rede de drenagem, que vão contemplar ainda as ruas Universidade Paulista, Universidade Estácio de Sá, PUC, Unifesp, Universidade de São Paulo, Universidade Federal de Roraima, Faculdade Atual da Amazônia, Faculdades Cathedral, Universidade Estadual de Roraima e Pedro Camargo.

Após a conclusão de toda a rede de drenagem, serão executados os serviços de pavimentação e urbanização. Os recursos para a execução dessas obras no Cidade Universitária são oriundos de um convênio firmado pela Prefeitura de Boa Vista com o Ministério das Cidades.

“Por terem alto custo, obras de drenagem demandam tempo, planejamento e parcerias para serem viabilizadas. Por isso, nesse primeiro momento, conseguimos recursos para execução das obras em parte do loteamento, mas estamos trabalhando para conseguir incluir outras ruas do local no nosso cronograma de obras”, explicou a prefeita Teresa Surita.

Cidade Universitária – É um loteamento particular autorizado em gestão anterior, que não determinava que o empreendimento fornecesse toda a infraestrutura necessária, o que acabou prejudicando os compradores dos lotes e gerando custos ao poder público. Na atual gestão, o município exige que os loteamentos forneçam toda a infraestrutura necessária.

Obras por toda a cidade – Desde o início da gestão em 2013, a Prefeitura de Boa Vista tem buscado recursos e firmado parcerias para levar obras de infraestrutura ao maior número de ruas possível. Neste período, foram asfaltadas mais de 500 ruas e avenidas da cidade, onde antes não havia pavimentação, e construídos 155 km de drenagem.

Com informações de Shirleia Rios