Destaque Roraima Saúde | RR

Município de Presidente Figueiredo atenta com colapso na saúde de Roraima

Roraima Boa Vista
Foto: Internet
Zukka Brasil
Escrito por Zukka Brasil

Covid-19 – O prefeito de Presidente Figueiredo (a 107 km de Manaus), Romeiro Mendonça (Progressistas) demonstrou preocupação com a sobrecarga que o colapso na saúde de Roraima pode trazer para a estrutura do município nos próximos dias.

No último domingo, dia 14, o governador Antonio Denarium (DEM) anunciou a transferência de pacientes infectados pelo novo coronavírus (Covid-19) para o Amazonas, devido a superlotação do Hospital Geral de Roraima (HGR).

Uma vez que o município de Presidente Figueiredo é rota de livre acesso entre os dois estados, o temor é que haja uma procura voluntária de roraimenses por atendimento e sobrecarregue o sistema púbico de saúde estruturado para atender apenas a demanda de casos de Covid-19 da população local.

“Presidente Figueiredo está na rota das pessoas que vêm de Roraima. Isso nos preocupa. Montamos uma estrutura de saúde capaz de atender a nossa população local. Pacientes oriundos de outras cidades ou Estado, nos causam preocupação. Sabemos que o SUS é universal, mas a nossa estrutura não suportará uma demanda de fora do nosso município”, informou Romeiro.

Segundo o prefeito, Romeiro Mendonça, a bancada do Amazonas e o governo federal já foram informados sobre a situação.

“Já colocamos a nível federal, através de alguns deputados e senadores, que acompanham o nosso trabalho, toda a preocupação. As pessoas que vierem voluntariamente de Roraima, pela BR-174 e chegarem até nosso município para receberem tratamento e atendimento e não seguirem para Manaus, sobrecarregarão a nossa estrutura e não vamos ter como atender o povo da nossa terra”, informa o Prefeito.

*Com informações da assessoria de imprensa.