Meio Ambiente | RR

Ministério do Meio Ambiente deixa de aplicar maior parte da verba para mudança climática

Ministério do Meio Ambiente | Foto: Internet
Ministério do Meio Ambiente | Foto: Internet
Zukka Brasil
Escrito por Zukka Brasil

Meio Ambiente – A auditoria anual das contas do Ministério do Meio Ambiente mostrou que a pasta deixou de seguir o planejamento estratégico, executou em 2019 somente uma pequena parcela do orçamento para programas de mudança do clima e conservação da biodiversidade. Também não foram lançados editais para pesquisa nessas áreas. 

Os auditores analisaram a execução do orçamento de três áreas da pasta comandada pelo ministro Ricardo Salles: mudança do clima, conservação e uso sustentável da biodiversidade e qualidade ambiental.

Sobre mudança climática, dos R$ 10,3 milhões autorizados no orçamento, 13% foram efetivamente utilizados.

O percentual de execução para conservação e uso sustentável da biodiversidade também foi parecido — 14%.

Mesmo o orçamento para qualidade ambiental, um tema de interesse do ministro Ricardo Salles por estar relacionado à agenda ambiental urbana, teve 6% de execução.

Em nota enviada ao portal G1, o ministério comunicou o seguinte:

“O relatório da CGU reconhece e destaca que o MMA alterou seu planejamento estratégico, sua estrutura e suas prioridades orçamentárias, com prioridade para recursos destinados aos programas de Qualidade Ambiental Urbana: resíduos sólidos, saneamento e qualidade do ar.”