Amazonas

Micros empresários capacitados pelo Sebrae em Tefé participam do Programa Salto no Estado Digital MEI

Diretora Técnica do Sebrae, Adrianne Antony Gonçalves | Foto: Assessoria
Diretora Técnica do Sebrae, Adrianne Antony Gonçalves | Foto: Assessoria
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Prefeitura Municipal de Tefé vão realizar amanhã 16/07 o Programa Salto no Estado Digital MEI, para 200 micros e pequenos empresários de Tefé, no Médio Solimões, no contexto da pandemia.

Será a primeira edição do programa Salto: Aceleradora de MEIs no Estado do Amazonas. A iniciativa vai proporcionar a capacitação gratuita a 200 MEIs do município, de todos segmentos. O programa é operado pela Impact Hub, uma rede global de apoio aos empreendedores.

O programa surgiu em Santa Catarina e já foi realizado em nove cidades daquele Estado. Tefé será a primeira cidade do Amazonas a realizar uma edição do programa que visa fortalecer os pequenos negócios.

Para a diretora técnica do Sebrae, Adrianne Antony Gonçalves, “a capacitação tem o cunho de fortalecer o indivíduo frente aos novos desafios. Na atividade empreendedora é fundamental, mais ainda no período em que estamos vivendo. Aqueles melhor capacitados têm amplo potencial de adaptabilidade, acredito ,pessoalmente, nisso e na metodologia do Salto também.”

Em conjunto com o município, o Salto identifica quem são os MEIs interessados em acelerar seu crescimento, os engaja e os capacita. A iniciativa é gratuita e é uma ótima oportunidade para microempreendedores que queiram focar na estruturação de seus negócios.

Segundo o prefeito de Tefé, Normando Bessa de Sá, “o Programa Salto Tefé é uma excelente oportunidade para contribuir com a melhoria da qualidade de vida das pessoas, principalmente, agora, em que todos nós precisamos nos reinventar. É tempo de fortalecermos a confiança dos microempreendedores e microempreendedoras individuais de nossa cidade. O Salto Tefé é um dos caminhos. É nosso dever, enquanto Poder Público Municipal, impactar, positivamente, a vida do tefeense.”

Para participar, o MEI (Micro Empreendedor Individual) deve se inscrever pelo site do programa a partir do dia 17 de julho. As vagas são limitadas e para ser aprovado, o interessado deve estar formalizado como MEI e atuar no município de Tefé. A Sala do Empreendedor, localizada no Serviço de Atendimento ao Cidadão, está oferecendo apoio a quem tiver interesse em se formalizar como MEI e também a quem precisar de suporte com as inscrições, pois é necessário acesso à internet.

Durante três meses, os microempreendedores receberão mentoria de profissionais e facilitadores e participarão de palestras, oficinas e laboratórios de prática. O programa visa o crescimento da atuação do MEI em médio prazo, proporcionando aumento de clientes, incremento de sua renda, geração de novos empregos e, consequentemente, aquecimento da economia do município.

Programa

A Metodologia do Salto combina elementos de ponta do mundo das incubadoras e aceleradoras de negócios, com foco no uso das novas mídias e no desenvolvimento profissional. Toda técnica é adaptada ao microempreendedor individual, buscando acelerar o seu crescimento de forma sustentável.

São três etapas de aceleração – ou “saltos”, na concepção que dá nome ao programa:

1) Foco no autodesenvolvimento do MEI como empreendedor;
2) Foco no negócio: validação do mercado, modelagem de negócio;
3) Foco no crescimento: desenvolvimento de planejamento estratégico e metas.

Todas as etapas serão realizadas de forma presencial, mas seguindo os protocolos de segurança para garantir a saúde dos participantes.

Em 2019, o programa impactou um total de 589 participantes, em oito cidades catarinenses.

“Por todos os resultados obtidos nas edições realizadas pelo Impact Hub Floripa, fizemos uma parceria para operar o Salto no Amazonas. Tefé, será a primeira cidade, graças ao esforço do SEBRAE e da Prefeitura de Tefé, na figura da Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia e Inovação.

“Há uma vontade conjunta de apoiar os MEIs, especialmente, nesse momento, em que muitos sofreram impacto econômico com a pandemia”, afirma Juliana Teles, gestora do Salto no Impact Hub Manaus.

Impact Hub Manaus

O Impact Hub é uma rede global de apoio a empreendedores que querem impactar o mundo positivamente. Esse apoio se dá através de espaços de trabalho compartilhados, onde esses empreendedores se encontram, trabalham, geram novos negócios e se conectam em eventos inspiradores, que geram conteúdos relevantes e promovem o networking; e de programas inovadores que buscam educar e acelerar negócios e pessoas, potencializando o desenvolvimento socioeconômico. São mais de 17 mil membros no mundo e mais de 300 em Manaus.

MEI

O microempreendedor individual (MEI), é aquele que trabalha por conta própria, tem registro de pequeno empresário e exerce umas das mais de 400 modalidades de serviços, comércio ou indústria. A figura do MEI foi criada em 2008, pela Lei nº 128, buscando formalizar trabalhadores brasileiros que, até então, desempenhavam diversas atividades sem nenhum amparo legal ou segurança jurídica. Com a legislação em vigor desde 2009, mais de 7 milhões de pessoas já se formalizaram como microempreendedores individuais.

Programa Salto: Aceleradora de MEIs

Evento online de lançamento: 16/7/2020

Link de acesso: https://www.youtube.com/watch?v=Q2gdahzfNf0