Educação

Marcos Paulo Araújo lança o livro “A epopeia do Xingu”

“A epopeia do Xingu”
“A epopeia do Xingu” \ Foto: Divulgação
Zukka Brasil
Escrito por Zukka Brasil

Educação – Uma expedição alemã pela Amazônia no século 19 foi a inspiração do historiador e professor da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, Marcos Paulo Araújo, para o livro “A epopeia do Xingu”, lançado pela editora Dialética. “É uma análise sobre como os alemães e um brasileiro relataram uma viagem que durou cerca de seis meses”, adianta.

Araújo, que é carioca de origem e mora em Manaus desde 2012, diz que sempre gostou de estudar a região amazônica e, ao ingressar no mestrado de História Social, na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), apresentou a ideia de analisar uma expedição realizada por três alemães, liderados por um médico e com a ajuda de um militar brasileiro. Atualmente, ele é professor de História na Escola Estadual Brigadeiro João Camarão Telles Ribeiro.

O educador conta que a intenção foi fazer uma releitura das visões antagônicas do líder da expedição, o médico Karl von den Steinen, e do militar que o acompanhou, Francisco de Paula Castro. O médico publicou, na Alemanha, um livro sobre a viagem, no qual contou a experiência e falou sobre suas impressões. A obra já era conhecida, a novidade, no entanto, veio quando Araújo descobriu que o militar brasileiro também escrevera sobre a expedição. Foi desses dois trabalhos que o professor teve a ideia para a sua dissertação, resultando no livro.

“Foi uma aventura de quase seis meses entre Cuiabá e Belém. Agora, você imagina estar em lugares por onde nunca antes haviam passado. Eles se depararam com um novo Brasil, passaram fome e frio. Foi uma viagem muito dura. Quem começar a ler o livro não vai querer parar de ler, porque tem muitas aventuras, histórias e é de fácil leitura. Ele serve para fins didáticos e literários”, resume o autor.

A obra – “A epopeia do Xingu” conta com 210 páginas e já pode ser adquirido pelo site da editora Dialética, pela loja virtual Amazon ou com o próprio professor. O lançamento da obra acontecerá em Manaus, após a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).