Destaque Saúde | AM

Marcellus Campêlo pede exoneração do cargo de secretário da SES-AM. Silvio Romano deve assumir secretaria.

Secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo | Foto: Tiago Correa
Foto: Tiago Correa
Escrito por Zukka Brasil | AM

O secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, entregou seu pedido de exoneração em reunião pela manhã com o governador Wilson Lima, nesta segunda-feira, 7/6.

Marcellus foi preso na quarta-feira, 2/6, na quarta fase da Operação Sangria, deflagrada pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e Controladoria Geral da União, e deixou o presídio na madrugada de domingo para segunda-feira.

O ex-secretário afirmou que a decisão é para não deixar qualquer dúvida sobre sua conduta e facilitar ao máximo o acesso das autoridades aos documentos sobre contratos e decisões que tomou à frente do órgão.

“Minha permanência poderia parecer que tenho algo a esconder ou que fiquei para manipular as informações, por isso entreguei o cargo”, afirmou, em referência à apuração dos fatos relacionados à quarta fase da Operação Sangria. Para o ex-secretário de saúde, as denúncias, disse ele, não têm sustentação.

O secretário Executivo de Controle Interno da SES, Silvio Romano, continuará respondendo interinamente pela pasta e deve ser o nome escolhido por Wilson Lima para assumir a pasta.