Destaque Saúde | AM

Manaus inicia vacinação de pessoas de 50 a 54 anos

Prefeitura de Manaus Vacinação Covid-19 | Foto: Lucas Andrade/Semcom
Prefeitura de Manaus Vacinação Covid-19 | Foto: Lucas Andrade/Semcom
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Manaus começou a vacinar, neste sábado, 3/4, as pessoas de 50 a 54 anos, com diabetes mellitus, obesidade mórbida (IMC > 40) e cardiopatias. O grupo é o segundo a ser atendido na etapa atual da campanha municipal de imunização contra a Covid-19, iniciada na semana passada, com a vacinação da faixa de 55 a 59 anos.

“Mais uma vez avançamos na vacinação, garantindo que Manaus siga na liderança do atendimento a novos grupos e na superação da meta de vacinar 90% da população estimada de cada um dos grupos atendidos anteriormente”, observou o prefeito David Almeida.

Ele assegurou que a prefeitura tem utilizado todas as ferramentas, inclusive as tecnológicas, para garantir o rápido acesso da população às vacinas disponíveis, com atendimento seguro e de acordo com a escala de prioridades baseadas no risco de exposição ao coronavírus e aos índices de adoecimento e morte dos diferentes grupos populacionais.

O prefeito destacou, ainda, que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) avalia diariamente os resultados da vacinação e replaneja a campanha de acordo com dados de cadastro do Imuniza Manaus, da demanda nos postos e do recebimento de novas doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

“Sempre que possível, antecipamos o calendário”, assegurou David, que, na última terça-feira, determinou a antecipação do atendimento do público de 55 a 59 anos com comorbidades e agora o início antecipado dos que têm entre 50 e 54 anos.

“Além disso, na próxima semana, vamos avançar ainda mais, com o agendamento de quem tem entre 45 e 49 anos, com as comorbidades dessa etapa, já cadastrados no Imuniza Manaus”, garantiu.

No cadastro do Imuniza, aberto na quinta-feira da semana passada para os usuários de 18 a 59 anos, existem, até o momento, 8,8 mil pessoas registradas na faixa etária de 50 a 54 anos e 12,2 mil de 55 a 59 anos, com diabetes, obesidade ou cardiopatia, eleitas doenças prioritárias no grupo das comorbidades, pela indisponibilidade da totalidade de doses de vacina. Destes, 12 mil haviam sido vacinados até a manhã deste sábado (3).

Para a próxima faixa etária, de 45 a 49 anos, o Imuniza já registrou mais de 6 mil cadastros.

O subsecretário de Gestão da Saúde da Semsa, Djalma Coelho, informou que esse grupo já começou a ser agendado e a vacinação deve começar na terça-feira, 6/4, após o repasse, pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), de duas novas remessas de vacina, previsto para a segunda-feira, 5/4.