Destaque Educação | RR

Mais de 2,5 mil profissionais da educação já foram testados para COVID-19 em RR

Testagem em massa - Escola Estadual Jesus Nazareno de Souza Cruz - Foto Fernando Oliveira
Zukka Brasil | RR
Escrito por Zukka Brasil | RR

Roraima – Mais de 2,5 mil profissionais da educação da rede estadual de ensino em Boa Vista já foram testados na campanha “Por você e por todos. A Sesau não foge à luta”. Na terça-feira (1º), na sede da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), foram testados 663 profissionais. Nesta quarta-feira (2) foram testados mais 1.930 servidores.

A partir dessa testagem em massa, a Seed terá um inquérito epidemiológico com dados científicos concretos que vão servir de base para a tomada de decisões quanto a um possível retorno às aulas presenciais.

“Não Reagente” foi o que apontou o teste rápido do professor Altemar Oliveira, orientador de tecnologia do laboratório de informática da Escola Estadual Jesus Nazareno, no Caranã, uma das unidades de ensino escolhidas como polo de testagem. Com o resultado em mãos, ele celebrou o fato de não ter sido acometido pela doença e ressaltou a importância da ação de testagem em massa. 

“Acho importante, pois é uma recomendação da OMS [Organização Mundial de Saúde]. Para um possível retorno às aulas, o Governo precisa saber se os professores estão preparados, em termos de saúde, para receber o público de alunos. Então, eu acho louvável essa iniciativa. Os professores e servidores, de um modo geral, devem participar para que a gente possa ter uma ideia da real situação”, declarou.

A gestora da Escola Jesus Nazareno, Isane Pedrosa, afirmou que a testagem em massa traz segurança para a tomada de decisões.

“Estamos no declínio do pico e, com isso, teremos a garantia de que dias melhores virão. Essa ação do Governo foi muito boa para os servidores”, declarou.

A merendeira da Escola Estadual Professor Coema Souto Maior, Josélia de Lima, cumpre à risca o isolamento social desde o início da pandemia, saindo apenas quando necessário.

“Esse é o primeiro exame que faço. Não fui atrás de fazer, pois não apresentei sintomas, mas para que as aulas possam voltar, é importante saber se a gente está doente, ou se já teve ou não a doença. Acho que todo mundo tem que fazer. Com todo mundo testado, fica mais fácil retomar as aulas, funcionar tudo direitinho”, disse.

A coordenadora geral de Vigilância em Saúde, Valdirene Cruz, explicou que neste primeiro momento apenas os profissionais da educação (como secretários de escola, servidores da limpeza, servidores de apoio, equipe gestora, entre outros) estão sendo testados.

“Foram disponibilizados 4,5 mil testes somente para este público. Em um segundo momento, vamos expandir para o restante da comunidade escolar”, pontuou.

A secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo, afirmou que a partir dessa testagem em massa a Seed terá um inquérito epidemiológico com dados científicos da atual situação. Ela adiantou que a campanha será expandida para os municípios do interior, incluindo as comunidades indígenas.

“O foco é testar todos os professores, todos os profissionais da educação e todos os alunos. Com esse resultado em mãos, poderemos tomar decisões quanto a um protocolo mais efetivo de retomada das nossas aulas. Claramente que, em um possível retorno, vamos manter as medidas de segurança, como o uso de máscaras, lavando as mãos constantemente, usando o álcool em gel e cuidando uns dos outros”, disse.

POLOS 

 A realização dos testes ficou concentrada em quatro escolas polo: Monteiro Lobato, no Centro; Gonçalves Dias, no bairro Caçari; Francisca Élzika, no bairro Mecejana; e Jesus Nazareno, no bairro Caranã, todas em Boa Vista.

Na quinta-feira (3), a campanha segue em outros três polos: Colégio Estadual Militarizado Jaceguai Reis Cunha, no bairro Asa Branca; Colégio Estadual Militarizado Irmã Maria Teresa Parodi, no bairro Cidade Satélite (Vila Jardim); e Colégio Estadual Militarizado Maria de Lourdes Neves, no bairro Pintolândia, com expectativa de testar mais 1.905 pessoas em 25 escolas.

Secom – Jornalista: Isaque Santiago