Amazonas Destaque

MAIOR HONRARIA DO AMAZONAS: Alberto Nicolau, presidente da Samel, recebe reconhecimento hoje na Aleam

TCE-AM Samel Luis Alberto Nicolau
Escrito por Zukka Brasil | AM

Voz que ajudou a salvar milhões de vidas no mundo todo, Luis Alberto Saldanha Nicolau será homenageado nesta terça-feira (7), com a comenda mais importante do Legislativo amazonense.

Ele receberá a Medalha do Mérito Ruy Araújo. A propositura foi do deputado Sinésio Campos (PT).

Em abril do ano passado, início da pandemia da Covid-19, Beto deu gritos que ecoaram longe e mudariam os protocolos no tratamento da doença.

À época, duas questões o incomodavam:

1 – A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) para intubar pacientes em agravamento;

2 – A orientação do então ministro da Saúde Henrique Mandetta para que os infectados só procurassem atendimento médico, quando começassem a sentir falta de ar.

Reação

Contra os protocolos da OMS, a Samel apostou no tratamento da ventilação na invasiva (VNI) e criou uma solução chamada cápsula Vanessa.

Vendo o sucesso do invento e do método, ele gritou:

“Nós estamos dizendo, aqui, que o mundo inteiro está errado, que a OMS e todas essas diretrizes estão erradas“, disse Nicolau no dia 10 de abril de 2020.

Meses depois, a VNI passou a ser tratamento padrão no mundo inteiro.

“Vá pro hospital”

Também partiu de Beto Nicolau o rompimento com as primeiras orientações do Ministério da Saúde.

O então ministro Luiz Henrique Mandetta pedia que os contaminados com o novo coronavírus só procurassem assistência médica quando já estivessem com falta de ar.

Mas, na Samel, Nicolau falava em suas redes sociais: “Nos primeiros sintomas, procure o médico. Não deixe agravar”.

Meses depois, o mundo passou a entender que, quanto mais cedo iniciar o tratamento da covid-19, mais chance de recuperação terá o paciente.

Responsabilidade social

Beto Nicolau e a Samel também mostraram responsabilidade social da marca com decisões tomadas para além dos hospitais do grupo.

Eles montaram um hospital de campanha para covid-19 na Zona Norte de Manaus.

A unidade acabou sendo fechada pelo então prefeito Arthur Neto (PSDB), por problemas políticos.

Beto também levou para o interior do Amazonas profissionais e os protocolos de enfrentamento da covid-19.

Por tudo isso, atualmente, a Samel se tornou conhecida em todo o Estado.

Com informações de BNC Amazonas