Amazonas Destaque

Justiça atende parecer do MP-AM e ordena suspensão imediata das atividades não essenciais por 15 dias

Comércio Covid-19
Covid-19 em Manaus | Foto: Internet
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Dessa vez a contrariedade a alguns setores do comércio local não veio da figura de Wilson Lima, muito menos do Governo do Estado do Amazonas.

O plantão do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) acaba de determinar que todo o estado do Amazonas siga orientação da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), dessa forma determinando a SUSPENSÃO IMEDIATA das atividades não essenciais por 15 dias. A decisão assinada pelo juiz plantonista Leoney Figliuolo Harraquian foi publicada no começo da noite deste sábado (02).

O parecer do juiz atende um pedido do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) e foi solicitado por conta do avanço do coronavírus no estado.

Acesse aqui a DECISÃO na íntegra