Amazonas

Idam atua em pesquisa de melhoramento genético de búfalos

Escrito por Zukka Brasil

Com o objetivo de incentivar o melhoramento genético de búfalos e aumentar a oferta de leite e carne de bubalinos no Amazonas, a Gerência de Apoio a Produção Animal (Gepan), do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), tem contribuído com a pesquisa de dissertação do mestrando Jaderson Weiller, do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal (PPGCAN), pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). A pesquisa tem como tema central a inovação tecnológica na Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) na reprodução de bubalinos.

O médico veterinário Jaderson Weiller, orientado pelo doutor em zootecnia Gustavo Yomar Hatori, explica que, além do estudo ter como meta o melhoramento genético do rebanho bubalino, também irá analisar o resultado do processo de inseminação, de forma a verificar se a substituição de um determinado produto traz resultados mais eficazes na sincronização do cio.

“A expectativa é que com essa substituição se reduzirá em um dia o manejo com a fêmea/matriz e o custo da realização da IATF. Vamos testar os protocolos usando o benzoato (em 40 matrizes) e o cipionato (em 40 matrizes). Com isso, esperamos obter taxas de prenhez semelhantes nos dois grupos, de 50% a 60%”, detalhou.

O médico veterinário do Idam Emílio Afonso, que auxilia na pesquisa, explica que a ferramenta utilizada no estudo tende a agregar mais produção e melhores características morfológicas aos plantéis de bubalinos e bovinos.

Ele afirma, ainda, que as 80 fêmeas inseminadas estavam em área de várzea, com bezerro ao pé, permanecendo em seu habitat, diferente de outros processos de inseminação quando o animal é retirado de seu habitat e o sucesso no procedimento é menor. Todas as matrizes receberam o sêmen de um búfalo de uma fazenda paulista que tem os requisitos exigidos pelo Ministério da Agricultura.

A pesquisa está sendo realizada na Fazenda Imperial, na AM-010, em Itacoatiara. O estudo tem o envolvimento dos pecuaristas de corte e leite de Itacoatiara Manoel Antônio Lira Pena, João de Oliveira Martins e Alcides Weiller.

Segundo o gerente da Gepan, o engenheiro agrônomo Sebastião Dias de Mendonça, a pesquisa atinge muito o produtor rural que têm um patrimônio maior e melhor estrutura. “A partir dos resultados, os pequenos produtores rurais assistidos pelo Idam terão a pesquisa como espelho, de forma que possam objetivar resultados maiores na produção”.

Vale destacar que as proteínas de origem animal derivadas do leite de bubalinos são muito apreciadas no Amazonas e fora dele, através de queijos, entre outros itens.

Custo – A atual pesquisa está sendo financiada pelo próprio mestrando. O Idam auxilia na parte técnica, na expertise, com equipamentos veterinários e promovendo o diálogo com parceiros que também investem no estudo.

Deixe um comentário