Destaque Saúde | AM

Hospital Getúlio Vargas (HUGV) e Governo do Amazonas passam a ofertar 27 novos leitos, sendo 10 de UTIs.

Hospital Getúlio Vargas | FOTOS: Diego Peres / Secom
Hospital Getúlio Vargas | FOTOS: Diego Peres / Secom
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Saúde/Am – O governador Wilson Lima anunciou, nesta terça-feira (29/12), que o Hospital Getúlio Vargas (HUGV) passa a ofertar 27 leitos, sendo 10 de UTI e 17 leitos clínicos, para pacientes com Covid-19. Essa expansão faz parte do Plano de Contingência do Governo do Amazonas para reforçar a rede de saúde, tendo em vista o aumento no número de casos e sobrecarga dos hospitais particulares e da rede pública.

A oferta de leitos no HUGV é fruto de convênio de contratualização firmado, no dia 16 de dezembro, em Brasília, pelo Governo do Estado com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para ampliação da oferta de consultas ambulatoriais e cirurgias no hospital.

“Essa ampliação é resultado daquele compromisso que firmamos com a Ebserh, e hoje nós estamos recebendo esses leitos de UTI que estão entrando na nossa regulação para atender exclusivamente pacientes acometidos pela Covid-19”, explicou o governador.

“Estamos também trabalhando em parceria com essa unidade para abrir mais leitos, em relação a um trabalho de cooperação, de insumos e de recursos humanos. É dessa forma que vamos ampliando a nossa rede para que possamos trabalhar de forma conjunta”, completou.

Wilson Lima reafirmou o compromisso de sua gestão com a reestruturação da rede de saúde para atender à demanda existente no estado.

“Estamos colocando em prática o nosso plano de contingência, fazendo parcerias e otimizando aqueles espaços em que a gente pode transformar para Covid-19. Estamos fazendo parcerias com o Governo Federal, que tem prestado uma ajuda muito significativa para o povo do Amazonas, assim como com a iniciativa privada, com instituições, como a Beneficente Portuguesa, para que possamos aumentar o máximo possível a nossa capacidade de atendimento”, enfatizou Wilson Lima.

Há a expectativa de mais 10 leitos de UTI e 17 leitos clínicos, de acordo com a necessidade, o que pode chegar a um total de 20 leitos de UTI e 34 clínicos.

“Estamos preparando o apoio do HUGV para a abertura de mais leitos de UTI e clínicos. O HUGV é importante para essa fase de reorganização, e hoje finalmente ele faz parte da rede estadual de saúde de uma forma contratual de 75% regulada. A partir de agora temos também uma ala de leitos para Covid-19 para atender a população de Manaus nesse momento de pico da pandemia”, explicou o secretário da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), Marcellus Campêlo.

Estrutura – O HUGV é uma unidade referência para o atendimento de alta complexidade cardiovascular, cirurgia vascular, nefrologia, neurologia, neurocirurgia e cirurgia oncológica. O hospital também oferece cerca de 70 serviços em especialidades médicas como traumatologia, ortopedia, oftalmologia, pneumologia, hemoterapia, endocrinologia, patologia, urologia, entre outras.

“Esse apoio é muito importante para o estado e para o hospital Getúlio Vargas, em uma época em que estamos vivenciando essa crise da Covid-19. Estamos para ajudar nossa população e o Governo do Estado”, afirmou o superintendente do HUGV, Júlio Mário de Melo e Lima.