Destaque Saúde | AM

HISTÓRICO: Parintins recebe primeira ala UTI do interior do AM na gestão Wilson Lima.

Parintins UTI Interior do AM Wilson Lima Governo do Amazonas
Foto: Arthur Castro/Secom
Escrito por Zukka Brasil | AM

O governador do Amazonas, Wilson Lima, entregou nesta sexta-feira (15/10), em Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), a primeira ala de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do interior do estado.

O feito é histórico para a saúde pública do Amazonas porque marca o início da descentralização dos serviços de alta complexidade, até então concentrados na capital. São onze leitos de UTI instalados no Hospital Jofre Cohen, inaugurados por Wilson Lima no dia em que Parintins completa 169 anos.

Do total de leitos, um é para isolamento de casos graves relacionados à Covid-19. Além do governador Wilson Lima e do prefeito de Parintins, Bi Garcia, a cerimônia de inauguração contou com a participação das primeiras-damas Taiana Lima e Mayra Dias, do deputado federal Marcelo Ramos e dos deputados estaduais Cabo Maciel, Tony Medeiros, Joana D’arc, Saulo Vianna e Abdala Fraxe, além de vereadores do município.

“Hoje é um momento histórico, não só para Parintins, mas para o estado do Amazonas, porque é a primeira vez que nós estamos tendo a alta complexidade no interior. Em 2019, quando nós viemos a Parintins para realizar o Festival Folclórico – que foi o maior festival de todos os tempos, eu não tenho dúvida disso – eu pensei o seguinte: nós vamos fazer o maior festival de todos os tempos, mas a gente também tem que deixar uma contribuição social. E é isso que estamos fazendo. Anteriormente, quando montavam a estrutura da área de saúde para atender às ocorrências, tudo voltava para a capital quando terminava o festival”, disse o governador.

A implantação da estrutura de média e alta complexidade, para além da capital Manaus, é uma das ações do programa Saúde Amazonas executado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM). O projeto Saúde nas Calhas, que compõe o programa, é uma das estratégias do Governo do Amazonas para a regionalização da saúde.

Equipes e medicamentos – A implantação dos leitos de UTI é fruto de parceria entre o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Parintins, com apoio da iniciativa privada, por meio da empresa Celeo.

Além das obras de adaptação realizadas no Hospital Jofre Cohen para receber os leitos de UTI, o Governo do Amazonas está contratando serviços especializados, médico e de enfermagem intensivistas, técnico de enfermagem com experiência em tratamento intensivo, nefrologia, fisioterapeuta, nutricionista, farmacêutico bioquímico e médico neonatologista. O padrão de medicamentos, insumos e nutrição da UTI também será fornecido pelo Estado, por meio da Central de Medicamentos do Amazonas (Cema).

“A Secretaria de Estado de Saúde tem ciência das dificuldades das prefeituras do interior em contratar profissionais em certas especialidades, então o Estado vai entrar com essas contratações para poder dar suporte aos serviços em Parintins”, ressaltou o titular da SES-AM, Anoar Samad.

Parque de Imagem – A SES-AM coordenou a adaptação do espaço para UTIs e do Parque de Imagem, construído para receber o tomógrafo entregue pelo governador Wilson Lima em junho desse ano. Toda a rede de gases e de ar comprido foi reformada, assim como a substituição do forro de PVC por gesso. A pintura foi renovada, foram colocadas réguas, os banheiros reformados e instalados aparelhos de ar condicionados novos.

Os equipamentos instalados na UTI – cama, respiradores, monitores, bombas de infusão e equipamentos de hemodiálise – foram adquiridos por meio de parceria entre a Prefeitura de Parintins e a empresa Celeo.

Economia e alcance – A instalação dos novos leitos no município também representa economia com o serviço de remoções de UTI aérea para Manaus, custeado pelo Governo. De janeiro a junho de 2021, o Estado gastou cerca de R$ 2,4 milhões com 214 remoções aéreas de Parintins para a capital.

Polo regional de saúde do Baixo Amazonas, Parintins poderá atender também pacientes de municípios de Nhamundá, Barreirinha, Boa Vista do Ramos e Maués, reduzindo a demanda nos hospitais da capital.

Saúde nas Calhas – O projeto Saúde nas Calhas tem o objetivo de descentralizar os atendimentos médicos de Manaus, levando estrutura de média e alta complexidade para municípios polos. A regionalização da saúde vai proporcionar um melhor atendimento para cerca de 1,2 milhão de pessoas que vivem em 61 municípios.

Além de Parintins, outros municípios polos, como Itacoatiara, Manacapuru, Tefé, Tabatinga, Humaitá, Lábrea e Eirunepé, também devem receber leitos de UTI.