Política | AM

“Há impedimento ou há não impedimento de sua parte?” indagou Alessandra Campelo ao líder da Aleam Josué Neto

Aleam
Aleam
Zukka Brasil
Escrito por Zukka Brasil

Política: A deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB-AM) se manifestou duramente à tentativa do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, Josué Neto (PRTB-AM), no ao  de ignorar o requerimento de impedimento dele na condução do processo de impeachment do governador Wilson Lima e seu vice, Carlos Almeida.

Requerimento ele que partiu do deputado estadual Saullo Vianna assim que a sessão online se iníciou com transmissão ao vivo por diversas redes sociais.

Para Alessandra Campêlo, o presidente da ALE tem tomado decisões unilaterais e tem a obrigação de votar o requerimento de impedimento de conduzir o processo de impeachment.

“O ato de receber (o pedido e impeachment) é ato decisório. Vossa excelência tomou três atos decisórios. Há impedimento ou há não impedimento de sua parte? Gostaria de que fosse votado o meu questionamento. Eu não vou admitir que o plenário não vote. A leitura da denúncia (do pedido de impeachment) já é um ato decisório. Você excelência está decidido pelo plenário. Quero resposta do plenário ao meu questionamento. Vossa excelência não é superior ao plenário. O senhor tem medo de votar?”, indagou a deputada Alessandra Campelo em sessão virtual.