Amazonas Destaque

Governo do Amazonas avança em 62% nas demolições do Anel Sul

SEINFRA Governo do Amazonas Anel Sul
FOTOS: Divulgação/Seinfra
Escrito por Zukka Brasil

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), avançou 62% nas demolições da obra de duplicação da Estrada do Tarumã, na capital. A obra contempla 8,5 quilômetros da Estrada do Tarumã e facilitará o acesso ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e às rodovias AM-010 e BR-174.

Com investimento de R$ 101.729.222,85, a obra está na fase de desapropriação e demolição. Nesta semana, a Seinfra iniciou os serviços de limpeza e remoção de camada vegetal nos trechos que já foram demolidos.

Para dar celeridade ao serviço, a Seinfra trabalha com duas frentes de ação, sendo uma na área próximo à ponte do Tarumã e outra próximo à ponte da Cachoeira Alta. Na sequência, será realizada a terraplanagem.

Já foram executados os serviços de demolição em 2,7 quilômetros. Ainda haverá desapropriação e demolição em mais 5,4 quilômetros nos bairros Tarumã, Campos Sales e Vila Suíça.

O Anel Sul está localizado entre a estrada do Tarumã e as avenidas Torquato Tapajós e Arquiteto José Henriques. O complexo também permitirá a ligação direta entre o Distrito Industrial e o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes.

Viaduto concluído – O viaduto Lydia da Eira Corrêa possui 230 mil metros quadrados. Considerado o maior viaduto da região Norte e o maior complexo viário de Manaus, faz parte do Anel Sul e foi entregue em dezembro de 2020.

Benefícios – A duplicação da Estrada do Tarumã irá melhorar o fluxo de veículos entre as zonas norte e oeste de Manaus, reduzindo a circulação de veículos pesados, como caminhões e carretas, das áreas centrais da cidade, além de contribuir com o desenvolvimento socioeconômico da capital e Região Metropolitana.