Saúde

Governo Bolsonaro não mantêm previsão e reduz em 31% doses de vacina contra Covid-19 para maio/2021

Jair Bolsonaro | Foto: Internet
Jair Bolsonaro | Foto: Internet
Escrito por Zukka Brasil

O Ministério da Saúde anunciou neste sábado (24) um cronograma atualizado de entrega de vacinas contra a Covid-19 ao Brasil, com redução de 31% no número de doses previstas para o mês de maio.

A previsão do ministério é que o país receba 32,4 milhões de doses no próximo mês. A previsão anterior, divulgada em 19 de março, indicava a chegada de 46,9 milhões de doses.

Ao G1, o secretário-executivo da pasta, Rodrigo Otávio Moreira da Cruz, disse que a redução na entrega de doses ocorre devido à falta de licenciamento, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), das vacinas Covaxin e Sputnik, já encomendadas pelo governo.

Segundo o novo cronograma, serão entregues em maio:

Fiocruz (AztraZeneca-Osford) – 21,5 milhões de doses
Butantan (Sinovac) – 5,6 milhões de doses
Covax Facility (AstraZeneca) – 2 milhões de doses
Covax Facility (Pfizer) – 842,4 mil doses
Pfizer (BioNTech) – 2,5 milhões de doses

Também houve redução no número de doses previstas para o mês de abril.

Em 19 de março, a previsão era de que seriam entregues 47,3 milhões de doses;

Em 31 de março, esse número caiu para 25,5 milhões de doses;

No calendário divulgado neste sábado, a nova previsão é de 26,6 milhões de doses.