Saúde | AM

Fundação Adriano Jorge recebe novos residentes de medicina para especialização

Adriano Jorge
Escrito por Zukka Brasil

A Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), realiza, até esta sexta-feira (22/02), a matrícula dos novos residentes do Programa de Residência Médica, que tem a parceria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). São 25 novos alunos selecionados nas áreas de Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ortopedia, Traumatologia, Anestesiologia e Otorrinolaringologia, que vão iniciar a especialização em suas áreas.

 

De acordo com o secretário estadual de Saúde, vice-governador Carlos Almeida, os programas de Residência Médica do Estado são fundamentais para a formatura de novos profissionais para o mercado. “Precisamos de novos médicos e o Governo do Amazonas tem esse compromisso, que é garantir a especialização dentro das nossas unidades de referência. Cada nova turma nos enche de esperança de que estamos no caminho certo da excelência da formação de novos médicos”.

 

A diretora-presidente da FHAJ, Christianny Sena, destaca que o Hospital já formou e entregou à sociedade amazonense 234 médicos especialistas. “A formação médica de qualidade e humanizada é uma de nossas prioridades. Parcerias como esta, com a Universidade do Estado do Amazonas, são essenciais para manter o alto padrão da formação especializada”, destacou Christianny.

 

Os novos alunos são formados em cursos de medicina de universidades pública e privadas. A seleção para a especialização é feita pelos referidos conselhos de Medicina e Comissão Estadual de Residência Médica.

 

Segundo o Diretor de Ensino e Pesquisa (DEP) da FHAJ, Diego Carvalho, a parceria com a UEA permite que, pela primeira vez, se use uma plataforma de tecnologia educacional, disponível na universidade. “Todos os programas de residência médica, que rodam na Fundação, contarão com a matrícula e controle acadêmico informatizados, utilizando a plataforma de Tecnologia Educacional LYCEUM, uma concessão da UEA”, informou Diego Carvalho.

 

O Lyceum é um programa de gestão, de tecnologia de ponta e inteiramente online. “Com essa parceria, estaremos proporcionando conforto e facilidade ao dia-a-dia dos residentes. Estes poderão acompanhar e visualizar todas as informações da rotina acadêmica”, destacou o diretor.

Diego disse ainda que os alunos poderão realizar a solicitação de serviços e operações sem precisar se deslocar até a FHAJ para atendimento presencial. “Isto tornará a rotina de trabalho mais organizada, facilitando a execução das operações acadêmicas e diminuindo a sobrecarga das atividades da equipe do departamento, ao mesmo tempo proporcionando maior controle pelos preceptores”.

 

Histórico – A Residência Médica da Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), iniciou suas atividades em 1º de fevereiro de 2005, oferecendo então 10 vagas – sendo 5 para o programa em Cirurgia Geral e 5 vagas para o de Clínica Médica.

 

A Residência Médica foi instituída no Brasil pelo Decreto nº 80.281, de 5 de setembro de 1977. Segundo o Ministério da Educação, conforme a Lei nº 6.932, de 07/07/1981, da Presidência da República, a RM constitui-se em uma modalidade de ensino de pós-graduação (latu sensu), destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização, funcionando em Instituições de Saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional. A RM é considerada o “padrão ouro” da especialização médica.

FOTOS: DIVULGAÇÃO/FHAJ

Deixe um comentário