Manaus

Feirantes da ADS alimentam 600 pessoas de vulnerabilidade social

Feirantes da ADS
Feirantes da ADS
Zukka Brasil
Escrito por Zukka Brasil

Nesta Quinta-Feira Santa (09/04), participantes das Feiras de Produtos Regionais da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) entregaram cerca de 5 toneladas de alimentos para pessoas em vulnerabilidade social.

A doação dos feirantes teve como destino os pontos de acolhimento do Governo do Estado, beneficiando mais de 600 pessoas abrigadas na Arena Amadeu Teixeira, no Abrigo do Coroado e no Instituto Abílio Pontes.

A entrega dos produtos foi realizada em parceria com as secretarias de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e de Assistência Social (Seas), e com o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS).

O presidente da ADS, Flavio Antony Filho, ressalta que a iniciativa atende a determinação do governador Wilson Lima em atuar no combate ao coronavírus. “Nosso objetivo é garantir a segurança alimentar das pessoas e fazer com que a economia do setor primário continue rodando”, comentou.

Cerca de R$ 1 milhão foram investidos na ação, que conta com um cardápio diversificado, como tapiocas com tucumã e queijo coalho, x-caboquinho, bolos, sopas, sucos naturais, açaí, entre outros produtos regionais. A Agência também está adquirindo parte das vendas dos feirantes, com produtos como hortaliças, frutas e verduras.

A titular da Sejusc, Caroline Braz, ressalta a importância da ação integrada entre poder público, iniciativa privada e a sociedade civil organizada.

“A união de esforços é essencial para que possamos passar por todas as adversidades por que estamos passando. A população mais vulnerável ao coronavírus deve ter e está tendo toda a assistência do Estado por meio de parcerias com diversas instituições. É nosso papel garantir dignidade aos que mais precisam”, destacou Braz.

Feirantes – Isaac Pinheiro, que é produtor do ramo de alimentos regionais, afirma que por meio da ação, garantiu a renda que levaria dois dias de feira para poder faturar.

“Veio em boa hora essa ação, que além de ajudar o pequeno empreendedor, também fará o bem para muitas pessoas. Não tenho nem palavras para explicar meu agradecimento diante deste apoio financeiro, pois, infelizmente, diante de toda esta situação de pandemia, o lucro de muitos produtores caiu”, disse o produtor.

Kleise Rocha, que é vendedora de dindim, também se mostrou grata pelo apoio da ADS. Ela explica que, por meio da iniciativa, agora poderá garantir o faturamento necessário para sua renda familiar.

“Eu não posso sair de casa para nada, pois tenho uma mãe idosa e temo pela saúde dela e de todos em casa. Por conta disso que esta ajuda veio para proporcionar um grande reforço financeiro. Eu agradeço muito ao Governo, por não deixar o produtor rural sem apoio”, afirmou a vendedora.

Fotos: Ruth Jucá