Saúde | AM

FCecon e FHemoam recebem tablets doados pela Samsung

FCECON - Foto: Rell Santos
FCECON - Foto: Rell Santos
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Saúde/AM – A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) realizou nesta quinta-feira (18/06) a entrega de 100 tablets doados pela Samsung, empresa que atua no Polo Industrial de Manaus (PIM), para a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) e a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam). Os equipamentos fazem parte de uma remessa de 500 tablets doados pela empresa à secretaria.

Foram entregues 80 tablets para a FCecon e 20 aparelhos para o Hemoam. Os equipamentos vão ajudar as unidades nos registros de atendimentos dos pacientes, aprimoramento dos setores de Tecnologia da Informação (TI), nos departamentos de ensino e nas pesquisas realizadas nas instituições.

O objetivo é informatizar o atendimento de saúde e apoiar os profissionais nas ações internas com informações relacionadas ao funcionamento da rede, preenchimento de relatórios e outros documentos.

“A utilização desses tablets vai apoiar os atendimentos dos pacientes dessas fundações e projetos exclusivos inerentes a cada uma das instituições. Com isso, o trabalho dos profissionais será otimizado, uma vez que terão acesso mais facilmente a informações importantes e poderão executar o trabalho com mais autonomia e rapidez”, explicou o diretor de Tecnologia da Informação da Susam, Francisco Arce, que representou a secretária estadual de Saúde, Simone Papaiz, no ato de entrega na sede da secretaria.

Na FCecon, os equipamentos eletrônicos serão distribuídos nas enfermarias, Diretoria de Ensino e Pesquisa (DEP), serviço de Fisioterapia, de Cuidados Paliativos, dentre outros.

Segundo o diretor-presidente da Fundação Cecon, mastologista Gerson Mourão, a chegada dos tablets melhora os processos e dá mais celeridade às ações desenvolvidas na FCecon, além de ajudar no processo de informatização dos serviços de saúde, contribuindo para a melhoria dos serviços prestados aos pacientes.

Mobilidade – O gerente da Tecnologia da Informação da FCecon, Luiz Vinhote, afirmou que o uso de tecnologia no atendimento tem reflexos inclusive na celeridade do atendimento.

“Temos um projeto com a enfermaria navegadora e outras enfermarias que fazem atendimento a beira-leito, isso vai facilitar o acesso e a rapidez da evolução dos pacientes. Por exemplo, poderão lançar em tempo real as informações ao prontuário médico on-line dos pacientes, melhorando o tempo para cada atendimento”, afirma.

Investimento em tecnologia – A FHemoam tem investido em projetos tecnológicos para aprimorar serviços já oferecidos pela unidade hospitalar.

Para o chefe de departamento de sistemas da informação da FHemoam, Cristovão Almeida, os 20 tablets chegam no momento em que a fundação está ampliando suas pesquisas em tecnologia.

“Vamos utilizar esses equipamentos no desenvolvimento de novas tecnologias. Temos alguns projetos voltados para a questão da saúde, também para a captação de doadores, nos nossos departamentos de ensino e pesquisa e nos atendimentos aos pacientes por meio do prontuário eletrônico. Com os aparelhos, iremos modernizar ainda mais o atendimento dos usuários.

Doação – A empresa Samsung doou ao todo 500 tablets do modelo Tab A, que funcionam com tecnologia 4G, para a Secretaria de Saúde. Os equipamentos estão sendo entregues às unidades de saúde para apoio ao trabalho de atendimento.

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) já recebeu 50 tablets, que estão sendo utilizados pelas equipes da Coordenação Estadual de Controle de Infecção e Serviço de Saúde que atuam nas unidades hospitalares no controle e vigilância da Covid-19.

Desde o início da pandemia, a Samsung tem realizado doações para ajudar no combate à Covid-19 no estado. Em abril, a empresa doou 3 mil máscaras N95 e 50 termômetros de medição a distância. Em maio, em uma nova doação, a companhia entregou para a Central de Medicamentos (Cema) 6 mil testes rápidos, que foram distribuídos nas unidades de saúde da capital e municípios do interior.