Brasil Destaque

ESCÂNDALO: Pelo menos 26 mil doses de vacina vencida foram aplicadas no país. SEMSA apura situação em Manaus

Covid-19 | Vacina AstraZeneca Saúde/Am | Foto: Lucas Silva
Foto: Lucas Silva
Escrito por Zukka Brasil | AM

Um cruzamento de dados feito em duas bases de informações diferentes do Ministério da Saúde aponta que pelo menos 26 mil doses vencidas da vacina contra covid-19 da AstraZeneca foram aplicadas no Brasil, segundo notícia publicada nesta sexta-feira (2) pelo site da Folha de S.Paulo.

Segundo a reportagem, os imunizantes fora do prazo seriam provenientes de lotes importados da Índia pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) ou adquiridos por meio da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

O Ministério da Saúde informou, em nota, que nenhuma dose de vacina é entregue aos estados e Distrito Federal vencida.

“A pasta acompanha rigorosamente todos os prazos de validade das vacinas covid-19 recebidas e distribuídas pela pasta.” Acrescentou, ainda, que “cabe aos gestores locais do SUS o armazenamento correto, acompanhamento da validade dos frascos e aplicação das doses, seguindo à risca as orientações do ministério”.

Conforme a reportagem, que compilou dados até 19 de junho, os imunizantes que tiveram prazo de validade expirado foram utilizados em 1.532 municípios brasileiros. A cidade campeã de vacinas vencidas foi Maringá (PR), com a vacinação de 3.536 pessoas, seguida por Belém (PA), com 2.673; São Paulo, 996; Nilópolis (RJ), 852; e Salvador (BA), com 842. A Folha cita que as demais cidades tiveram menos de 700 pessoas vacinadas com imunizante vencido, ressaltando que a maioria não passou de 10 doses cada.

COMO SABER SE VOCÊ TOMOU UMA DOSE VENCIDA

Para verificar se você tomou uma dose de vacina fora da validade, basta conferir se um dos lotes abaixo consta na sua carteira de vacinação:

Segundo a reportagem, outras 114 mil doses da vacina AstraZeneca foram distribuídas pelo Ministério da Saúde aos estados e municípios com prazo de validade vencido, embora não seja possível saber se elas foram aplicadas. O ministério nega.

No momento, a vacina da AstraZeneca é a mais usada contra a covid no país, respondendo por 57% de toda a imunização.

NOVO CICLO VACINAL

O Ministério da Saúde esclareceu ainda que, segundo a orientação do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), caso alguma vacina seja administrada após o vencimento, essa dose não deverá ser considerada válida, sendo recomendado um novo ciclo vacinal, respeitando um intervalo de 28 dias entre as doses.

O vacinado deverá ser acompanhado pela Secretaria de Saúde local.

SEMSA SE MANIFESTA

Em relação à reportagem da “Folha de S. Paulo” sobre o suposto uso de vacinas vencidas no país, a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa) informa que, desde o início da campanha de imunização contra a Covid-19, não houve registro de lotes vencidos na Divisão de Imunização do Município (Divim), nem a aplicação de qualquer dose fora do prazo de validade.

A secretaria esclarece que todos os lotes recebidos são devidamente registrados nos sistemas de informação, onde também são cadastrados os dados do vacinado, local e hora da aplicação da dose, além dos dados do vacinador. As informações são repassadas ao Ministério da Saúde, para monitoramento e transparência do processo de vacinação.

A Semsa vai apurar, junto ao DataSus, a possibilidade de erros nos registros no sistema do Ministério da Saúde.

A Semsa orienta que, em caso de dúvidas, os usuários podem abrir manifestação junto à Ouvidoria Municipal do Sistema Único de Saúde (SUS), por meio do telefone 0800-092-1603 e 98842-6835, exclusivo para mensagens de WhatsApp.