Amazonas

Em Itacoatiara, Procon-AM apreende 200 kg de alimentos impróprios ao consumo e constata infração em bancos

alimentos
Zukka Brasil
Escrito por Zukka Brasil

O Programa Estadual de Proteção e Orientação do Consumidor (Procon-AM) realizou ação fiscalizatória em agências bancárias e supermercados que funcionam no município Itacoatiara (distante 269 quilômetros de Manaus) nos dias 2 e 3 de maio.

A solicitação partiu dos moradores que enviaram dezenas de reclamações ao Procon-AM pelo 0800 092 1512 e redes sociais. Dentre as cinco agências bancárias visitadas, quatro foram autuadas (Bradesco, Banco da Amazônia, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal) por desrespeito a Lei das Filas.

“Foi constatado que esses bancos ultrapassaram o limite máximo de 15 minutos para iniciar o atendimento de cada cliente. Além disso, a bateria de caixas não estava completa”, explica o gestor do Procon-AM, Jalil Fraxe.

Alimentos impróprios para o consumo – Um total de 200 kg de alimentos perecíveis do segmento de congelados, como frango, camarão, linguiça, queijo e massa de pastel, foram apreendidos em três supermercados (Novinha, Ouro Verde e DM) pelo Procon-AM. Eles foram autuados por venderem produtos com data de validade vencida, sem condição de consumo humano. Achocolatados, leite, cereal, suco em caixa, iogurtes, pães, biscoitos e até ração para cães também foram apreendidos e descartados.

“As ações do Procon-AM nos municípios iniciaram logo no começo do ano e vão continuar ao longo de 2019, por determinação do governador Wilson Lima, que trabalha com uma agenda de inclusão do interior. Portanto, é muito importante que o cidadão nos demande. Quem se sentir lesado como consumidor ou ver irregularidades, pode fazer denúncias ou solicitar fiscalização ao órgão pelo telefone, Facebook ou Instagram do Procon”, destaca Fraxe.