Educação | AM

Em colação de grau, Estudantes de universidade de Manaus homenageiam motorista e cobradora de ônibus

homenageiam
Escrito por Zukka Brasil

Um grupo de formandos do curso tecnólogo em Serviços Judiciários e Notariais da UniNorte resolveu homenagear o motorista e a cobradora da linha de ônibus que os transportou, durante os dois anos de faculdade. O motorista Elivan da Silva Dutra e a cobradora Alcione Cardoso Guimarães, que atuam na linha 651, foram convidados para a colação de grau dos alunos, que aconteceu na quinta-feira (21).

Segundo a estudante Alessandra Moura Arcos, os alunos criaram uma relação de amizade com o motorista e a cobradora, durante os anos de curso, e nada mais justo do que homenageá-los no final desse que é um dos ciclos mais importantes da vida acadêmica. Ela conta que o vínculo entre os alunos e os profissionais cresceu tanto que a cobradora já enviava mensagem avisando o horário aproximado que o ônibus passaria no ponto próximo à faculdade.

Os alunos compraram um buquê de flores para ser entregue durante a colação à cobradora e um presente para o motorista. “Quem é estudante sabe o quanto é difícil enfrentar um dia intenso de trabalho e estudos e no final da noite ainda precisar utilizar o transporte público para chegar até em casa. Poder contar com um sorriso e uma palavra amiga no final da noite é muito reconfortante”, destacou.

As homenagens dos estudantes ao motorista e à cobradora começaram no final do ano passado. Eles solicitaram da empresa Expresso Coroado autorização para fazer, dentro do ônibus, o tradicional ensaio fotográfico celebrando o final do curso. “Fomos até a garagem da empresa e fizemos um café da manhã para comemorar o final do curso com eles, que acompanharam toda a nossa trajetória. Além disso, foi uma forma divertida que encontramos para celebrar a formatura”, conta Alessandra.

Para que Elivan e Alcione participassem da colação de grau, os alunos solicitaram novamente autorização da empresa em que os dois trabalham, para que fossem liberados. “Como os dois trabalham no horário da noite seria impossível que participassem, mas a empresa se sensibilizou e entendeu que é uma homenagem e os liberou”, relatou.

Deixe um comentário