Destaque Manaus

Em 100 dias, prefeitura executou mais de 200 frentes de obras de drenagem em Manaus

Prefeitura de Manaus | Seminf | Foto: Márcio Melo
Prefeitura de Manaus | Seminf | Foto: Márcio Melo
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Apenas nos 100 primeiros dias de gestão, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), executou mais de 200 frentes de obras de drenagem profunda e superficial nos bairros da capital, visando resolver os incidentes causados pelos rompimentos de tubulações antigas, devido ao grande número de construções irregulares e ligações clandestinas.

De acordo com o vice-prefeito e secretário Municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, com as intensas chuvas dos últimos meses, as estruturas não suportaram a pressão.

“Para solucionar definitivamente esse problema, a gestão David Almeida vem investindo no uso de novas tecnologias e materiais mais adequados, como nas peças em concreto armado, mais resistentes a grandes volumes de águas, evitando, assim, as alagações com serviços de qualidade”, explicou.

Para se ter uma ideia da quantidade de obras pela cidade, somente na zona Norte, aproximadamente 35 obras de drenagens profundas foram executadas; na zona Leste, já se contabilizam mais 33 serviços; na Centro-Oeste, foram 38 obras de drenagem profunda; na zona Oeste, em média, 30; na zona Sul, registraram-se 34 obras do tipo; e na Centro-Sul, englobando também o centro da cidade, somam-se 30 obras.

Entre os locais que receberam melhorias, estão a rua João Valério, no conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, que concentra intenso fluxo comercial e a avenida Torquato Tapajós, duas das vias mais movimentadas da cidade.

Conforme a Seminf, do total de drenagens profundas e superficiais em todas as zonas da cidade, o número chega a dois quilômetros de extensão em obras concluídas, integralmente, em menos de três meses da gestão do prefeito David Almeida.