Destaque Educação | AM

Educação: Wilson Lima anuncia projeto de lei para 14º e 15º salários para servidores da rede

Governo do Amazonas SEDUC Educação Amazonas 14º e 15º salários
Foto: Diego Peres
Escrito por Zukka Brasil | AM

O governador Wilson Lima anunciou, nesta sexta-feira (23/07), que está encaminhando à Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) projeto de lei para pagamento dos 14º e 15º salários aos profissionais da educação. O projeto integra o programa Educa+Amazonas, lançado hoje no Centro de Convenções Vasco Vasques.

“Nós estamos encaminhando para a Assembleia Legislativa um projeto para o pagamento do 14º e 15º salários. E aqui eu faço um apelo à Assembleia, para que a gente possa aprovar logo, assim que a gente voltar do recesso da Assembleia, essa matéria tão importante para a categoria”, afirmou Wilson Lima, durante o lançamento do Educa+Amazonas.

“Muitos tiveram a oportunidade de fazer, muitos tiveram a oportunidade de mudar, muitos tiveram a oportunidade de fazer investimentos numa área que é prioritária, que muda e que transforma, definitivamente, a vida das pessoas, mas não o fizeram”, acrescentou o governador.

O Educação Premiada consiste em dois projetos de lei que visam a melhoria da qualidade do ensino básico no Amazonas, por meio do reconhecimento e da valorização dos trabalhadores da educação que alcançarem as metas estabelecidas. Um trata do 14° e 15° salários e outro institui prêmios a servidores da educação. O investimento previsto é de R$ 12,1 milhões.

Reconhecimento – A política de valorização dos servidores da educação vai reconhecer as escolas das redes estadual, municipal e privada do Amazonas, que se destacam e contribuem para a melhoria da qualidade do ensino básico e, ainda, premiar as equipes escolares pela realização de experiências bem-sucedidas.

As bonificações serão concedidas pelo alcance das metas estabelecidas para cada escola, coordenadorias distritais e regionais de Educação (CDEs e CREs, respectivamente) e sede da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, no Índice Estadual de Metas da Educação Básica.